Tamanho do texto

Decisão foi motivada pela escolha da Emirates, principal compradora do modelo, em focar seus investimentos em aviões menores e mais econômicos

Airbus anunciou fim da produção do maior avião de passageiros do mundo, o A380
Divulgação/Airbus
Airbus anunciou fim da produção do maior avião de passageiros do mundo, o A380

A Airbus anunciou que deixará de produzir o superjumbo A380, que é o maior avião de passageiros do mundo. O último modelo, segundo o comunicado divulgado nesta quinta-feira (14), será entregue em 2021.

Leia também: Viracopos é eleito por passageiros o melhor aeroporto do Brasil em 2018

De acordo com a Airbus , a decisão foi tomada após a Emirates, maior cliente dessa aeronave, reduzir pedidos do A380, optando por aviões menores e mais econômicos.

Aposta da Airbus, o A380 chegou ao mercado há 14 anos, e, ao todo, a empresa entregou 234 superjumbos até esta quinta-feira (14), data que anuncia o fim da produção do modelo. A previsão inicial era de vender 1.200 jatos, ou seja, na prática, a venda representou menos de um quarto da meta inicial da companhia.

Os planos da Airbus sofreram por conta de companhias aéreas que passaram a focar em jatos de passageiros mais leves e econômicos, como a própria Emirates , principal compradora do superjumbo, que tem 100 aviões A380 em sua frota. O modelo pode transportar mais de 800 passageiros e é conhecido por ser luxuoso.

“O anúncio de hoje é doloroso para nós e para as comunidades do A380 em todo o mundo”, disse Tom Enders, CEO da Airbus, segundo a rede de notícias CNN . Ele continua: “Não temos nenhuma base para sustentar a produção, apesar de todos os nossos esforços de vendas para outras companhias aéreas nos últimos anos”.

Enders garantiu que a empresa continuará "apoiando as operadoras do A380 e projetou que o maior avião de passageiros do mundo "ainda voará por muitos anos".

Leia também: Latam começa a cobrar por marcação de assentos em voos internacionais

A380 e Airbus oferecem viagem de luxo de São Paulo para Dubai

Spa do A380, produzido pela Airbus e vendido à Emirates, é um dos luxos do modelo que deixará de ser produzido
Divulgação
Spa do A380, produzido pela Airbus e vendido à Emirates, é um dos luxos do modelo que deixará de ser produzido

No Brasil, além de ser o maior avião de passageiros do mundo , o A380 ficou notabilizado por conta de um modelo que esbanja luxo e conforto, ao oferecer uma viagem do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, para Dubai, que custa entre cerca de R$ 4 mil e R$ 50 mil. A aeronave que faz o voo é da Emirates.

O A380 da Emirates é reconhecido por suas suítes First Class Private, seus Shower Spas e um lounge disponível para passageiros da Primeira Classe e da Classe Executiva para socializar e relaxar. As três classes da aeronave contam com 14 suítes First Class Private, 76 assentos totalmente reclináveis na Classe Executiva e 401 assentos na Classe Econômica.

Leia também: Avião tubarão da Embraer faz sucesso e causa fascínio em turnê ao redor do mundo

Passageiros de todas as cabines podem aproveitar os mais de 2 mil canais nas telas da Emirates, em seu premiado sistema de entretenimento a bordo, e também podem estar conectados com acesso Wi-Fi incluso no preço da passagem durante o voo. O jato é da Airbus e foi vendido à Emirates, responsável pelo luxo do modelo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.