Tamanho do texto

Índice de Confiança do Empresário Industrial registrou a quarta alta seguida em outubro; números também mostram piora nas condições das empresas

Empresários industriais estão 0,9 pontos mais otimistas com a economia brasileira do que no mês passado
Agência Brasil
Empresários industriais estão 0,9 pontos mais otimistas com a economia brasileira do que no mês passado


Os empresários da indústria estão mais confiantes com relação à economia brasileira, aponta pesquisa divulgada nesta sexta-feira (19) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Leia também: Pagamento do 13º salário vai injetar mais de R$ 200 bilhões na economia

O estudo calculou o Índice de Confiança do Empresário Industrial, que aumentou 0,9 pontos em relação ao mês passando, alcançando 53,7 pontos em outubro. É a quarta alta consecutiva do indicador de confiança sobre a economia brasileira  — se somados, os quatro meses registram 4,1 pontos de aumento.

De acordo com a CNI , os números, que podem ir de 0 a 100 pontos, mostram otimismo dos empresários quando atingem níveis acima da marca de 50. Apesar do bom registro de outubro, o índice ainda está 0,4 pontos abaixo da média histórica, que é de 54,1, e 2,3 pontos abaixo também do que foi registrado no mesmo período do ano passado, quando marcava 56.

A pesquisa também ressalta que “mesmo com a sequência de bons resultados, o índice encontra-se 1,8 ponto abaixo do registrado em maio de 2018, antes da paralisação dos serviços de transporte de carga”, fazendo referência à greve dos caminhoneiros , que causou efeito de queda no índice de Confiança do Empresário Industrial.

A melhora no otimismo , no entanto, se deve apenas às boas expectativas dos empresários. Mesmo com a alta do indicador, o estudo revela que esses executivos se mostram preocupados com as condições da empresa e da própria economia: em outubro, o Índice de Condições Atuais da Empresa, registrou 45,8 pontos, 0,9 a menos do que o dado coletado em setembro.

Essa é a segunda queda consecutiva do indicador de condições de trabalho, o que mostra, segundo a CNI, que os empresários estão sentindo uma crescente piora nas suas condições de negócios.

Apesar das projeções contraditórias, as expectativas para o medidor de otimismo para os próximos seis meses são boas: devem ficar em 57,8 pontos, revelando uma retomada da produção e dos investimentos.

Quem são os mais otimistas em relação à economia brasileira?

Os empresários de indústrias de todo o Brasil estão otimistas com relação a economia brasileira, apontou CNI
iStock
Os empresários de indústrias de todo o Brasil estão otimistas com relação a economia brasileira, apontou CNI


Quando separados, os dados mostram que o aumento de confiança tem maiores registros nas grandes empresas, onde o índice alcançou 54,9 pontos. Nas pequenas, os números chegaram a 52,1 pontos e, nas médias, 53 pontos.

Leia também: Setor de serviços cresce 1,2% em agosto e tem menor queda anual desde 2015 

A CNI também calculou o otimismo dos empresários com a economia brasileira pelas regiões do Brasil, conseguindo bons resultados: o índice marca mais de 50 pontos em todas as regiões. Em outubro, o indicador apresentou alta no Nordeste, Sul e Sudeste, recuando no Norte e no Centro-Oeste, mas ainda assim ficando acima da média estipulada de otimismo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.