Tamanho do texto

Se deixar levar pela 'avalanche' da pressão social é uma das principais razões que ocasionam em decisões equivocadas sobre a vida profissional; se você está em busca de se conhecer melhor e focar esforços na carreira, leia mais

Brasil Econômico

“É importante investir tempo no autoconhecimento para que possa compreender qual o seu propósito de vida e valores
shutterstock
“É importante investir tempo no autoconhecimento para que possa compreender qual o seu propósito de vida e valores"

O tão sonhado primeiro emprego já foi assunto de reportagem aqui no Brasil Econômico. Em matéria da semana passada, especialistas revelaram alguns 'segredos' para aquelas pessoas que estão em busca da oportunidade de ingressar no mercado de trabalho. Um dos tópicos abordados pela coach e especialista em psicologia positiva, Renata Abreu, diz como é importante se desviar da 'avalanche' causada pela pressão social em relação à carreira profissional. Portanto, o jovem deve investir no autoconhecimento , para que não se deixe levar pelas exigências sociais e acabe tomando decisões equivocadas.

Leia também: Quer investir pouco e trabalhar em casa? Você precisa conhecer essas franquias

Baseando-se nesse tópico, o Brasil Econômico  perguntou à especialista: afinal de contas, quais exercícios podem ser feitos para que a pessoa se  descubra profissionalmente e ir, assim, em busca de uma carreira focada?

Antes de tudo, a especialista considera que existem diversas formas de ampliação de autoconhecimento, como, por exemplo, realizar exercícios específicos, participar de cursos ou workshops com a temática. Ela também lembra ser importante investir tempo no autoconhecimento para que a pessoa possa compreender qual o seu propósito de vida, seus valores, talentos, o que a motiva e a faz se sentir bem, sem se deixar influenciar pelo mundo externo.

Quer tentar? Confira abaixo alguns dos exercícios indicados pela Renata Abreu:

Enumere suas escolhas

Primeiramente, a coach recomenda a elaboração de uma lista com as principais decisões que você fez ao longo dos anos, mas não necessariamente da vida profissional. Pode citar escolhas de relacionamentos pessoais, mudança de cidade, adoção de um pet etc.

Em seguida, reflita sobre as seguintes perguntas: o que tornou essas escolhas difíceis? E quais foram os fatores decisivos que resultaram nas escolhas feitas?

Leia também: Primeiro emprego? Saiba como conseguir uma vaga de estágio ou Jovem Aprendiz

É claro que, no meio de mudanças, muitas vezes conversamos com amigos e familiares para que nos ajudem a tomar a decisão mais adequada, entretanto, seguir 'cegamente' conselhos de terceiros pode gerar amargos arrependimentos. Se este for o caso, questione quais considerações você deixou de lado para ouvir os conselhos.

Pronto? Guarde essas informações, você vai usá-las mais tarde.

Satisfação e felicidade

Além da lista, reflita também em alguns momentos que trouxeram sentimentos de satisfação e felicidade e pense sobre cada um desses instantes com a pergunta: o quê , exatamente, fez com que esse momento trouxesse tanta satisfação?  

Anotou? Guarde essas informações também. Serão todas necessárias.

Pesquisa externa

Agora que você tem em mãos elementos pontuais, parta para o feedback de ao menos seis pessoas em quem confie, seja da família, amigos, colegas de escola/faculdade/trabalho. Ok? Peça para que cada um listar o que você tem de melhor. Entre as perguntas sugeridas pela especialista estão:

  • Quais os talentos identificados em mim?;
  • O que eu faço, naturalmente, que se destaca?;
  • Cite um acontecimento onde eu tenha agregado valor e contribuído de modo diferenciado;

Leia também: Confira seis coisas para não fazer durante sua próxima entrevista de emprego

Assim que estiver com todas essas respostas, analise-as, procurando por temas e aspectos em comum, como se fosse um "algoritmo" em busca de um padrão no meio de tantos dados. Desse modo, será mais fácil mapear quais as características que se sobressaem em você e que podem ser dedicadas tanto na escolha da carreira profissional que deseja seguir como na realização do primeiro emprego, futuramente. Boa sorte!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.