Tamanho do texto

Adesão de novos investidores às moedas digitais fez mercado chegar ao valor de US$ 500 bilhões; interesse em criptomoedas deve se intensificar em 2018

Brasil Econômico

Moedas digitais: Litecoin apresentou uma alta de 40% e subiu para US$ 312
shutterstock
Moedas digitais: Litecoin apresentou uma alta de 40% e subiu para US$ 312

A ‘Cryptomania’ impulsionou duas criptomoedas menos conhecidas a registrarem alta na última terça-feira (12), forçando a interrupção do câmbio. O Coinbase – plataforma de compra e venda de moedas digitais – bloqueou o temporariamente comércio de litecoin e ethereum (ether).

Leia também: Aluguel em bitcoin? Aplicativo permite pagamento da despesa com moeda digital

A página de status da Coinbase informou que as criptomoedas estavam sofrendo grandes interrupções. Segundo o site, o ether atingiu a cotação de US$ 600, enquanto o litecoin apresentou uma alta de 40% e subiu para a negociação de US$ 312. Os valores foram o suficiente para fazer as moedas digitais atingirem recordes.  

Explicação

Novos investidores estão adentrando no mercado de moedas digitais. No momento da publicação deste artigo, todo o mercado atingiu quase US$ 500 bilhões. Os volumes de criptomoedas atingiram níveis recordes acima de US$ 35 bilhões.

O lançamento de futuros de bitcoin pelo Cboe Global Markets, grupo de câmbio de Chicago, empurrou ainda mais o bitcoin e outras criptografia para o holofote. O novo mercado poderia abrir caminho para um fundo câmbio-negociado em bitcoin e amortecer a volatilidade da moeda. Claro, as altas de 1000% em todo o mercado também despertaram o interesse dos investidores de Wall Street e Main Street.

Leia também: Google investe mais de US$ 3,5 bi e passa a utilizar somente energia renovável

Expectativa

Entusiastas avaliam que o novo interesse encontrado no mundo das criptomoedas se intensificará em 2018. "2018 será o ano da consciência pública em massa para bitcoin e criptomoedas", disse Perry Woodin, CEO da Node40, em nota enviada ao Business Insider. "Será o ano em que cada amigo e parente quer saber o quanto você tem e como comprá-lo".

Ainda assim, muitos observadores do mercado veem uma enorme bolha nas moedas digitais. Mesmo Mike Novogratz, um famoso gestor de fundos de hedge - operação que reduz ou elimina o risco com a variação de preços indesejados - chamou-o de "a maior bolha de nossas vidas".

O fundador do litecoin também insinuou o frenesi. O ex-diretor de engenharia na criptografia Coinbase twittou um aviso horrível para potenciais participantes de litecoin segunda-feira à noite:

"Desculpe arruinar a festa, mas é preciso fazer um esclarecimento ...", escreveu ele. "Comprar LTC é extremamente arriscado. Eu acredito na projeção de um mercado instável de vários anos como o que acabamos de ter onde o LTC caiu 90% em valor (US$ 48 a US$ 4). Então, se você não pode lidar com LTC caindo para US$ 20, não compre!".

Uma porta-voz da Coinbase disse ao Business Insider: "O site está identificando alto volume de tráfego de moedas digitais no momento e alguns usuários podem estar com interrupções de serviço intermitentes".

Leia também: Bitcoin bate recorde histórico e se torna uma das 30 maiores moedas do mundo

*Com tradução de futurism.com

    Leia tudo sobre: inovação
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.