Brasil Econômico

Brasil Econômico

undefined
shutterstock
Use o Instagram para vender mais! Especialista dá sete dicas para ajudar empresas com a plataforma social


Mesmo com o crescimento no número de usuários no Instagram a demostrar seu potencial, para as empresas a plataforma continua uma grande incógnita, já que tem como conceito a produção de conteúdo visual. As dúvidas permeiam empresas que têm pouco apelo com imagens e que operam em ramos distintos aos da gastronomia e moda, por exemplo.

Quanto vale suas informações genéticas? Startup transforma dados em negócio

Assim como em outras redes sociais, o Instagram abriu espaço para publicidade online, tanto que desde agosto do ano passado é possível criar um “perfil comercial”. Com esse perfil, o administrador da página tem acesso a métricas como o perfil dos seguidores (com identificação de idade, gênero, local de origem), tempo médio que passam na plataforma, os dias da semana e demais informações que permitem criar estratégias focadas em engajamento.

Na opinião da especialista em redes sociais e diretora da HUG Comunicação, Thamiris Rezende, com essa opção de perfil “não restam dúvidas de que a rede social pode ser sim um canal efetivo de vendas, basta saber usar a ferramenta de forma estratégica”. Para ajudar aos que ainda têm dúvidas, a especialista listou sete  dicas para tornar o canal social boa plataforma de vendas :

1- Perfil

Por ser um canal mais despojado, a plataforma permite que a descrição da atividade da empresa seja feita com 150 caracteres. Thamiris explica que a ideia é ser breve e criativo e sempre deixar os contatos (e-mails ou telefones) em evidência ao consumidor. “Independente se a empresa é comércio ou serviço, deixar o site da marca no hiperlink é importante para gerar tráfego no seu principal canal de conversão de negócios, o site”.

2- Fotos e imagens

Não importa a área de atuação da empresa, criatividade é obrigação para quem quer ter sucesso na plataforma. O ideal é que a marca produza as fotos, crie artes e infográficos e grave vídeos. Todo esse conteúdo visual deve conter informações relevantes ao seguidor sobre os produtos ou serviços ofertados. “Por exemplo: se você está vendendo uma camisa branca, fotografe-a em diferentes produções, ensine seu seguidor a usá-la de diferentes formas, fale de tendências de moda para então vender”.

3- Hashtags

O uso das tags é bastante efetivo, portanto use-as, porém com moderação. Elas são capazes de atingir o público alvo da marca, mas deve se limitar a cinco hashtags por foto.

Leia também: McDonald's anuncia lançamento de hambúrguer vegano no cardápio

4 -  Atendimento ao cliente

O Insta tem o recurso de Direct e comentários, logo prestar atenção nas dúvidas do consumidor e responde-las de formas rápida é de extrema importância. “Interaja com qualquer tipo de comentário, inclusive os positivos. Acostumados a gerir crises, muitas vezes só damos atenção às reclamações ou dúvidas”, enfatizou a especialista.

5 – Periodicidade

 Criar uma rotina de postagens é importante para conseguir resultados em vendas por meio das redes. A especialista indica que se crie um planejamento de temas, se produza as fotos e artes com antecedência, assim nunca perderá o timing de uma ação ou ficará ausente da rede social.

6 - Identidade visual

O perfil na plataforma deve ter a mesma identidade visual da empresa. “Use uma marca d’água com o logo para padronizar as imagens, pois isso deixa o perfil ainda mais profissional”.

7 - Estude as métricas

Tem atenção nos dados fornecidos pela métrica da plataforma é importante e pode ser um trampolim para o crescimento da marca na rede social. “Estude as métricas informadas pelo Instagram, interprete o melhor horário para postagens, os dias estratégicos para divulgação de cada tipo de produto/serviço e planeje-se com base em dados concretos”, finalizou a especialista.

Leia também: Golpe em site da Gol faz casal carioca perder Lua de Mel

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários