Tamanho do texto

Outro programa, o XPRIZE desafia equipes a desenvolver software de código aberto e escalável para ajudar as crianças de países em desenvolvimento

Brasil Econômico

Apesar de estar envolvido com uma série de empresas para fazer o futuro acontecer, Elon Musk também está interessado com a educação. Seus esforços incluem uma competição que ajuda estudantes e startups a desenvolverem modelos de trabalho para o seu futuro projeto:  o Hyperloop, que é um sistema de transporte de alta velocidade, que está em desenvolvimento. Mais recentemente, Musk doou US$ 15 milhões para um programa XPRIZE chamado Global Learning (Aprendizagem Global, em tradução livre).

Leia também: Google lança aplicativo que faz pagamento com frequências ultrassônicas

Elon Musk
Reprodução
Elon Musk

A Fundação XPRIZE é uma organização sem fins lucrativos que projeta e promove competições públicas, iniciativas essas que buscam trazer desenvolvimentos tecnológicos benéficos para a humanidade. Um dos seus programas, que tem a colaboração de Elon Musk,  é o Global Learning XPRIZE, cujo objetivo é "capacitar as crianças a assumir o controle de sua aprendizagem". Mais especificamente, o programa "desafia as equipes de todo o mundo a desenvolver software de código aberto e escalável" para ajudar as crianças nos países em desenvolvimento.

Na segunda-feira (18), cinco finalistas foram escolhidos para avançar no concurso, cada um recebendo um prêmio de US$ 1 milhão.  As soluções de tecnologia da educação das equipes serão testadas em campo na Tanzânia, em novembro, em parceria com a UNESCO e o Programa Mundial de Alimentos (PAM).

Leia também: Inteligência Artificial pode recriar games apenas assistindo alguém jogando

Investir no futuro

Os cinco finalistas, que incluem CCI de Nova York, Chimple da Índia, Kitkit School, Berkeley, um programa chamado onebillion e RoboTutor de Pittsburgh, terão de demonstrar ganhos de proficiência em cerca de 4 mil crianças em 150 aldeias da Tanzânia após 15 meses. Aquele que conseguir isso – o anúncio será em abril de 2019 - receberá o grande prêmio de US$ 10 milhões.

Segundo a UNESCO , cerca de 250 milhões de crianças em todo o mundo carecem de habilidades aritméticas básicas e 1,6 milhão de professores são necessários para preencher a lacuna da educação. "As principais soluções nascidas desta competição podem fornecer a chave para desbloquear a alfabetização para as crianças mais necessitadas, dando-lhes acesso a uma educação que não teriam", disse o CEO da Fundação XPRIZE, Marcus Shingles, à Forbes. Quanto a Elon Musk investindo em Global Learning XPRIZE, não deveria ser surpreendente. Investir na educação, afinal, é uma das rotas mais seguras para um futuro melhor.

Leia também: Saiba como tirar sua ideia do papel e transformá-la em um negócio de sucesso

*Com tradução de futurism.com

    Leia tudo sobre: inovação
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas