Tamanho do texto

Líder do Facebook Messenger, David Marcus, afirmou que rede "não trabalha mais com o sistema", porém existe possibilidade de projeto ser retomado

Brasil Econômico

Parece que o Facebook está visando à adição de voz na assistência de Inteligência Artificial (IA). Há rumores de que a empresa de mídia social vao entrar na disputa por esse mercado competitivo, que conta com sistemas com a Siri da Apple, Alexa da Amazon e da Bixby da Samsung, entre outros.

Leia também: Empresas como Google e Amazon poderão controlar nossas vidas no futuro?

Facebook: Essa descoberta foi revelada logo após a Apple ter anunciado que o próximo iPhone X será equipado com sua própria unidade de processamento de gráficos
Reprodução
Facebook: Essa descoberta foi revelada logo após a Apple ter anunciado que o próximo iPhone X será equipado com sua própria unidade de processamento de gráficos

O desenvolvedor Blake Tsuzaki descobriu um código em uma versão prévia do aplicativo de mobile do Facebook que controlava um recurso de busca por voz, e entregou os achados ao site de notícias dos Estados Unidos, Business Insider. Em um e-mail, Tsuzaki disse que a tecnologia “não está ativa agora (atualmente, ela apenas escuta, e logo depois destrói), mas estou encontrando uma maneira de conseguir mais informações sobre isso”.

O Facebook negou no passado que tenha trabalhando em tal tecnologia. O líder do Messenger , David Marcus, disse em abril, “nós não estamos trabalhando de forma ativa com isso agora”. No entanto, essa descoberta parece provar que é moderadamente falso.

Leia também: Inteligência Artificial pode recriar games apenas assistindo alguém jogando

Lançamento do iPhone X

Essa descoberta foi revelada logo após a Apple ter anunciado que o próximo iPhone X, que será equipado com sua própria unidade de processamento de gráficos (GPU), sistema esse que proporcionará o poder de computação para levar as capacidades de aprendizagem da máquina à palma da sua mão.

Sobre esse ponto, o assistente pessoal do Facebook disse que é apenas especulação, mas que é algo com alguns suportes já presentes no espaço tecnológico competitivo. A descoberta de que a Tesla pode estar devolvendo seu próprio serviço de transmissão de música também foi especulada por alguém que mergulha no código por trás dos softwares.

A concorrência no crescente campo de assistentes pessoais com Inteligência Artificial permitirá que a tecnologia evolua de forma mais rápida e que seja ainda mais confiável. Não que os concorrentes atuais estejam muito distantes disso, mas adicionar mais concorrentes, como o Facebook pode ampliar o alcance do que está por vir.

*Com  tradução do site Futurism

Leia também: E-commerce perde R$ 11, 8 bilhões em razão de preços e taxa de entrega

    Leia tudo sobre: Facebook inovação
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas