Brasil Econômico

Brasil Econômico

A marca de acessórios para celular MixBin está fazendo recall de suas capas de proteção para iPhone que foram produzidas com glitter líquido. O motivo para retirar o produto do mercado é que o líquido usado na produção das mesmas está causando queimadoras nos consumidores.

Leia também: Outback é ligado a teoria da conspiração bizarra sobre satanismo

undefined
Reprodução BuzzFeed
Capa de celular com glitter líquido faz marca convocar recall dos produtos após relatos de queimaduras


A informação foi divulgada pelo BuzzFeed , que afirmou que a empresa está solicitando a devolução do produto desde a última terça-feira (1º) por meio de recall . O problema constatado envolve as capas para iPhone 6, iPhone 6s e o iPhone 7, comercializados entre outubro de 2015 até junho deste ano.  

As capinhas de celular, além de serem vendidas nas lojas próprias da MixBin , eram comercializadas pela Amazon, na Henri Bendel, na Nordstrom Rack, na Tory Burch e até na Victoria’s Secret .

Em comunicado oficial a MixBin, afirmou que o problema é em nível mundial e que só nos Estados Unidos foram constatados 19 casos. “Há 24 relatórios de irritação da pele ou queimaduras químicas em todo o mundo, incluindo dezenove nos Estados Unidos. Um consumidor revelou que está com cicatrizes permanentes por causa das queimaduras e outra pessoa descreveu inchaço na perna, face, pescoço, peitoral, tronco e nas mãos”.

Leia também: Justiça de Macaé (RJ) suspende aumento dos impostos nos combustíveis; veja

A empresa se prontificou a ressarcir os consumidores, desde que seja comprovado que o produto é da marca MixBin. “Assim que a sua requisição for aprovada, você receberá instruções para se desfazer do acessório“.

Relatos

Pelo Twitter, diversas consumidoras relataram os ferimentos após o líquido contido na capinha vazar. Em entrevista ao BuzzFeed , uma jovem informou ter ficado com um ferimento em uma de suas pernas, após ter ficado com o aparelho no bolso durante o expediente de trabalho. “Durante o dia, senti queimação na minha perna, mas eu achei que era apenas uma irritação das lâminas de depilação. Quando cheguei em casa, percebi que a região estava em vermelho vivo”.

Os relatos no Twitter e demais redes sociais, de consumidoras que tiveram ferimentos sérios ao terem contato com o líquido começaram em 2016, mas o recall só foi anunciado no começo deste mês de agosto. Fica o alerta de quem costuma comprar cases de celular pela internet de sites internacionais.

Leia também: Litecoin: conheça quatro vantagens da moeda sobre a Bitcoin

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários