Tamanho do texto

Além do convênio com a Prefeitura de São Paulo no programa Trabalho Novo, empresa selou parceria com a prefeitura de Vitória, no Espírito Santo

Segundo executivo, McDonald's contrata centenas de pessoas diariamente no Brasil
shutterstock
Segundo executivo, McDonald's contrata centenas de pessoas diariamente no Brasil

A rede de lanchonetes McDonald's anunciou uma expansão na contratação de pessoas em situação de risco no Brasil. Além do convênio com a Prefeitura de São Paulo no programa Trabalho Novo, a empresa fechou parceria com a prefeitura de Vitória, no Espírito Santo, para assegurar oferta de emprego a quem precisa se reinserir profissionalmente.

Leia também: Supermercados têm a menor inflação desde 2009

“A proposta de contratar pessoas em risco social tem total sinergia com os valores do McDonald’s. Nosso compromisso é empregar quem quer e precisa trabalhar”, afirma Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados sobre a oferta de emprego para pessoas em situação de risco. O executivo também destaca que a rede contrata, todos os dias, centenas de pessoas, independentemente de classe, credo ou gênero.

No acordo firmado com a Prefeitura de São Paulo, a Arcos Dorados – empresa responsável pela administração da rede de fast-food em 20 países da América Latina – oferece vagas para os egressos de abrigos da cidade. Até o momento, já foram realizadas 36 contratatações. Alguns funcionários, inclusive, já foram promovidos e conseguiram deixar o abrigo municipal, retornando para seus familiares ou alugando seus próprios espaços.

Leia também: Compras em apps já são realidade para 59% dos consumidores conectados

Em relação ao município de Vitória, a rede já iniciou o processo para selecionar pessoas com esse perfil e que precisam de uma oportunidade para um recomeço. Em parceria com o projeto municipal Escola da Vida, a marca contratou seis ex-moradores de rua para atuar nos restaurantes.

Para conseguirem a vaga, os candidatos são preparados, selecionados pelo projeto e encaminhados para uma entrevista na empresa. Aprovados, eles iniciam um período de experiência e treinamento de dois meses, que inclui técnicas de atendimento ao consumidor, importância da segurança alimentar e funções do restaurante, antes da efetivação. Não é exigida experiência dos candidatos.

“Sem essa parceria com o McDonald’s , seria muito difícil reintroduzir essas pessoas ao mercado de trabalho. Só temos que agradecer por esse gesto de amor”, ressalta Edinho Lima, gerente do Projeto Escola da Vida.

Leia também: bancária gestante recebe indenização de R$ 10 mil por assédio moral

“Tornar o ambiente de trabalho mais diverso é positivo para qualquer companhia. Além disso, é saudável a sociedade conviver com as diferenças. Queremos ver todo mundo bem sucedido e acreditamos que podemos melhorar a vida dessas pessoas por meio do trabalho”, finaliza Marcelo Nóbrega, diretor de Recursos Humanos da Arcos Dorados, sobre a ação que aumenta oferta de emprego.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.