Tamanho do texto

Levantamento da OLX aponta para alta de 24,9% entre janeiro e junho; no período, foram mais de 14 milhões de itens negociados pela plataforma

A opção por itens usados está se tornando cada vez mais popular entre os consumidores brasileiros. Segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (11) pela OLX, maior plataforma do mundo no segmento de compra e venda de produtos já utilizados, as negociações no site apresentaram aumento de 24,9% no primeiro semestre se comparado ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e junho, foram mais de 14 milhões de itens vendidos.

Leia também: Conheça cinco franquias que apostam no modelo "faça você mesmo"

De acordo com a pesquisa, a categoria mais popular entre os compradores foi "Eletrônicos e Celulares", com cerca de 4,5 milhões de produtos usados  vendidos. O resultado representa um crescimento de 31,8% em comparação ao primeiro semestre de 2016. O segmento apresentou alta, principalmente, por conta dos celulares, que venderam 41,2% a mais que no ano passado e movimentaram cerca de R$ 933,1 mil em negociações, graças ao crescimento registrado em todos os estados brasileiros.

Venda de eletrônicos e celulares usados na OLX ultrapassou a marca de 4,5 milhões no primeiro semestre
shutterstock
Venda de eletrônicos e celulares usados na OLX ultrapassou a marca de 4,5 milhões no primeiro semestre

Leia também: Fintechs são as preferidas do investidor brasileiro, aponta pesquisa

As categorias que apresentaram a maior elevação no período foram "Moda e Beleza", com alta de 47,8% e 1,1 milhão de produtos vendidos, e "Para a sua casa", com alta de 33% e 2,6 milhões de vendas. Os dois segmentos ocupam, respectivamente, a quarta e a segunda posição do ranking de itens mais vendidos. O segmento de "Veículos e barcos" também teve destaque ao ocupar o terceiro da lista, com 2,5 milhões de negociações finalizadas e aumento de 7,3% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

"Mais e mais brasileiros estão começando a desapegar de coisas que estão paradas em casa e esse crescimento bem distribuído entre categorias diversas reforça essa mudança de comportamento", analisa Marcos Leite, diretor de operações da OLX Brasil. Segundo o levantamento, o desempenho registrado nos primeiros seis meses do ano representam uma média de mais de 50 vendas por minuto.

Estados que mais vendem produtos usados

A pesquisa realizada pela OLX mostra ainda que o estado de São Paulo foi o que mais registrou vendas na plataforma. Entre janeiro e junho, foram mais de 2,8 milhões de itens vendidos, o equivalente a elevação de 19,7% na comparação com o primeiro semestre do ano passado. Em seguida, está o Rio de Janeiro, com 1,3 milhão de produtos comercializados e crescimento de 12,3%.

Leia também: IBGE mantém projeção recorde para safra de grãos para este ano

O principal destaque, no entanto, foi o estado do Amazonas, que vendeu mais de um milhão de produtos usados e registrou aumento de 26% no primeiro semestre deste ano. Com meio milhão de anúncios criados diariamente, a OLX tem média de dois milhões de vendas por mês e é uma das principais plataformas para vender itens que já foram utilizados, mas não são desejados pelos donos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.