Tamanho do texto

Existem alguns negócios que exigem investimento baixo e permitem que você comece a trabalhar sem precisar gastar muito; confira quatro exemplos

Revenda de semijoias é uma das opções de negócio para ser aberto com até R$ 1,5 mil
shutterstock
Revenda de semijoias é uma das opções de negócio para ser aberto com até R$ 1,5 mil

A quantidade de pessoas desempregadas no Brasil bateu recorde no último mês. Com 14 milhões de pessoas inativas no mercado de trabalho, a situação ficou ainda mais grave por conta da instabilidade política instaurada nas últimas semanas. Para reverter esta situação, existe a opção de trabalhar com um negócio pequeno.

Leia também: Consumidor: dicas ajudam na escolha da geladeira de melhor custo benefício

Existem alguns tipos de trabalho  que exigem um investimento baixo e podem ajudar o trabalhador a passar por este período de crise e instabilidade. Veja que tipo de negócio você pode começar com investimento de até R$ 1,5 mil:

1) Revender semijoias

Uma das opções para quem deseja começar a investir com até R$ 1,5 mil é se tornar um revendedor de semijoias. Maior e-commerce do setor no Brasil, a rede Francisca Joias tem investimento inicial justamente neste valor. O revendedor ganha um desconto de  40% e este pagamento mínimo para começar a representar a marca é exigido apenas na primeira compra. Nas  compras seguintes não há valor estipulado.

Além disso, o revendedor faz o treinamento de venda e suporte online para a aquisição das peças. A marca também orienta sobre como revender e facilita o processo disponibilizando fotos e matérias. A rede tem mais de 500 representantes nas cinco regiões do País.

Leia também: Lista mostra o que 10 CEOs de grandes empresas estão lendo no momento

2) Representar agências de viagens

Se tornar um representante de agências de viagens também é uma boa opção para quem procura por um investimento baixo. Para representar a marca Vai Voando – agência voltada para quem reside na periferia dos grandes centros –, por exemplo, basta ter um bom espaço e conexão com a internet. Não é preciso nenhum aporte no início. 

O representante só vai gastar se não tiver os equipamentos necessários ou não possuir empresa aberta. Para abrir uma empresa no modelo microempreendedor individual (MEI), é cobrada uma mensalidade de R$ 51,85.

3) Vender certificados digitais

A Gigatron, empresa de certificados digitais, oferece licenças a partir de R$ 300. O trabalho consiste na emissão e venda de certificados digitais para pessoa física e jurídica. O certificado se tornou obrigatório para os negócios e deve ser renovado anualmente. Ou seja, não é algo sazonal. Todo o ano as empresas precisam renovar. Pode ser feito no modelo home-office.

Leia também: UberEATS vai entregar cerveja de graça nesta quinta-feira

4) Customizar roupas

Se você tem o dom para costurar, saiba que este é um segmento que está em ascensão. As pessoas estão cada vez mais ligadas a reutilização e a economia compartilhada. Usar tecidos e fazer um vestuário exclusivo pode lhe render bons clientes . O custo, caso opte por começar o negócio em casa, varia entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.