Tamanho do texto

Pesquisa de preço, avaliação do vendedor ou da marca e atenção com o valor do frete ajudam os consumidores aproveitarem mais as compras online

Conheça cinco dicas infalíveis para fazer compras em marketplaces sem dor de cabeça
Shuttersock
Conheça cinco dicas infalíveis para fazer compras em marketplaces sem dor de cabeça


Os marketplaces hoje representam 25% das compras do comércio eletrônico e caíram no gosto do consumidor brasileiro. Coma vantagem de oferecer em um mesmo canal diversas marcas, produtos e serviços, eles crescem baseados no fator comodidade, muito procurado pelos brasileiros.

Leia também: Lei permite conceder desconto em compras pagas à vista; entenda

Vantagem para quem compra e para quem vende, tanto que os grandes players do varejo já aderiram ao formato de venda e criaram operações próprias de marketplaces .  Entretanto, por ser um ambiente online ele, por vezes pode ser mais suscetível a fraudes.

Logo o consumidor deve ficar atento a alguns detalhes na hora de comprar nesses shoppings virtuais, conforme explicou o especialista em e-commerce e CEO da Becommerce, Frederico Flores. Para ajudar quem gosta do canal de compra mais ainda tem certo receio, Flores listou cinco dicas para uma compra segura.

Olho no termômetro

A opinião de outro comprador nesses shoppings virtuais é importante e deve ser considerado um termômetro na hora da decisão da compra. Os próprios canais ajudam nessa questão ao ranquear os vendedores da plataforma por cores, estrelas e notas. “A cor verde mostra que o lojista é muito bem recomendado e confiável. A vermelha, no entanto, é sinal de alerta - já que esse vendedor não tem a confiança dos consumidores, além de fazer poucas vendas nas plataformas”, evidenciou flores.

Leia as avaliações

“Leia os comentários recentes de cada lojista e veja o que tem acontecido nas suas últimas vendas”. O especialista em e-commerce orienta o consumidor a ficar atento em comentários relacionados a reclamações, qualidade do produto entregue, prazo de entrega e nos elogios de outros clientes.  

“Caso tenha muita gente reclamando, é melhor fugir dessa loja. Se as qualificações estiverem positivas, pode efetuar a compra com segurança”.

Leia também: Especialista aponta 10 dicas para o consumidor na hora de pedir descontos; veja

Faça filtros, análise o produto e entenda os prazos

O famoso “dar uma olhadinha” também é válido nas compras online, portanto, verifique as fotos, analise os anúncios e pesquise bastante antes de clicar em “comprar”. Algumas páginas possibilitam filtrar as opções de compra, facilitando a vida dos clientes. Na maioria desses shoppings virtuais, por exemplo, é possível buscar por preço, reputação do vendedor, produtos mais vendidos e categorias. Cuide também os prazos informados para a entrega.

Não esqueça do frete

Assim como muitas lojas virtuais , nos marketplaces o frete não está embutido no valor do produto, logo o consumidor deve estar atento aos valores para saber se a compra será vantajosa ou não. O tempo ou prazo de entrega também deve ser foco de atenção do consumidor, ainda mais que por ser um shopping virtual, nem sempre as lojas estão localizadas na mesma cidade que o consumidor.

“Outra dica é voltar a avaliação dos lojistas, pois os vendedores mais bem avaliados são os que entregam em menor tempo. Se existir o filtro " Frete Grátis ", faça testes e comparação de quanto custaria o produto para sua cidade com o frete gratuito e quando custaria ele com o frete a pagar, disse Flores.

Verifique a garantia

Se for comprar um produto novo, é bom saber se há garantia. Não compre celulares, eletrônicos e eletrodomésticos novos em marketplaces sem que o vendedor ofereça garantia, mesmo que isso custe um pouco mais caro. Melhor se precaver antes da compra do que perceber depois que o barato pode sair muito caro depois.

Leia também: Zap aposta em novos talentos e na qualificação para fortalecer crescimento

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas