Tamanho do texto

Quatro mulheres retratam, por meio das redes sociais, suas rotinas, compartilham suas conquistas e inspiram mulheres a empreender pelo País

O empreendedorismo feminino tem crescido no País. Pesquisa realizada pela Rede Mulher Empreendedora com 1.500 profissionais no Brasil identificou que a maioria dessas mulheres empreendeu mais pela vontade de mudar o mundo do que a motivação financeira.

Leia também: Empreendedores levantam dinheiro com amigos para abrir negócio, diz pesquisa

Muitos desses exemplos de empreendedorismo feminino usam as redes sociais como o Facebook, por exemplo, para mostrar suas criações e ajudar aquelas mulheres que estão dando os primeiros passos no mundo dos negócios.

Estar conectada a essas fontes pode ser uma ótima estratégia para, além de se inspirar, aprender com erros e acerto de empreendedoras que estão consolidadas no mercado.  Confira quatro empreendedoras de sucesso que compartilham suas rotinas e dão dicas que podem fazer toda a diferença para quem está começando nesse universo.

1 - Roberta Lindenberg, fundadora da But First Coffee

Empreendedorismo: Roberta Lindenberg é fundadora da But First Coffee
Divulgação
Empreendedorismo: Roberta Lindenberg é fundadora da But First Coffee


A But First Coffee foi idealizada por Roberta Lindenberg e Rachel Casmala. As empresárias têm como intuito tornar mais simples o acesso das empresas a players que oferecem soluções em marketing, comunicação e tecnologia. O foco da empresa é trazer resultados com a contratação de fornecedores mais eficientes.

Leia também: Bovespa: veja 10 expressões que te ajudarão a entender o mercado financeiro

Roberta, que é ex-diretora comercial da Container Digital, abriu mão de sua carreira corporativa aos 40 anos, para passar mais tempo com a família. Hoje, é ativa nas redes sociais e costuma postar e compartilhar conteúdos sobre o mercado em que atua. A empresária acredita que ela e sua sócia inspiram pessoas que desejam equilibrar a vida pessoal e profissional. 

2- Tatiana Pezoa, CEO da Trustvox

Tatiana Pezoa, CEO da Trustvox. Ela inspiras as mulheres a não desistir de seus sonhos
Divulgação
Tatiana Pezoa, CEO da Trustvox. Ela inspiras as mulheres a não desistir de seus sonhos


Tatiana Pezoa é exemplo de perseverança. Após algumas decepções no mundo dos negócios ela acertou ao fundar a Trustvox, empresa certificadora de reviews no Brasil. A empresa foi vencedora do prêmio E-commerce Brasil de Inovação 2015 e já conta com mais de 1.200 operações de e-commerce no País, como por exemplo, Whirlpool do Brasil, Grupo Boticário Polishop, Época Cosméticos, Droga Raia, Drogasil, Mega Mamute, Havan, Lebes, Connect Parts, entre outras marcas.

Formada em publicidade e propaganda, Tatiana possui ampla experiência com marketing para startups , mídias sociais e crowdsourcing, e decidiu empreender para utilizar o conhecimento que adquiriu em outra empresa que havia fundado.

3- Ana Fontes, fundadora da Rede Mulher Empreendedora

Ana Fontes, fundadora da Rede Mulher Empreendedora
Divulgação
Ana Fontes, fundadora da Rede Mulher Empreendedora


Ao abrir mão de uma carreira consolidada em uma multinacional, Ana Fontes queria apenas equilibrar sua carreira e a maternidade. Ela conseguiu quando investiu n espaço de coworking MyJobSpace.

Engajada no universo empreendedor, Ana participou de um curso voltado para mulheres empreendedoras na Fundação Getúlio Vargas (FGV), e se animou a colocar outra ideia em prática: uma comunidade colaborativa que visa auxiliar as participantes a desenvolver seus projetos. Nasceu, assim, em 2010, a Rede Mulher Empreendedora.

4- Camila Farani, presidente do Gávea Angels e sócia da ACE/Rio de Janeiro

Camila Farani, presidente do Gávea Angels e sócia da ACE/Rio de Janeiro
Divulgação
Camila Farani, presidente do Gávea Angels e sócia da ACE/Rio de Janeiro


A vida atribulada de Camila Farani é sempre retratada em sua página no Facebook. Hoje a empreendedora acumulas as funções de presidente do Gávea Angels, grupo de investimento-anjo; sócia da aceleradora ACE/Rio de Janeiro, e do Dealmatch, plataforma especializada privada de relacionamento para investidores pré-qualificados; e co-fundadora do MIA – Mulheres Investidoras Anjo.

Todas têm uma história de empreendedorismo para contar. Está esperando o que para começar a relatar a sua.

Leia também: Sua equipe é engajada? Especialista dá dicas para detectar postura na empresa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas