Tamanho do texto

Cerca de duas mil agências terão horário especial entre esta semana; ideia é agilizar o atendimento para trabalhadores sobre o fundo de garantia inativo

Brasil Econômico

As agências da Caixa Econômica Federal abrirão duas horas mais cedo na segunda (12), terça (13) e quarta-feira (14) na maior parte do país. Segundo o banco, 2.015 unidades terão horário diferenciado para atender trabalhadores que precisarem de informações sobre o saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) inativo. A estimativa é que o novo lote de retiradas aberto neste sábado (10) leve 7,5 milhões de pessoas a obter R$ 10,9 bilhões.

Leia também: FGTS inativo: quatro dicas para usar o dinheiro com sabedoria

Na maioria das agências da Caixa , onde o atendimento normalmente começa às 11h, o horário de abertura foi antecipado para às 9h. Para agências que já abrem rotineiramente às 9h, o atendimento será feito das 8h até uma hora a mais que o convencional. Apesar do atendimento ser voltado especialmente para nascidos entre setembro e novembro , que já podem acessar os valores, nascidos em meses anteriores que ainda não efetuaram o saque também podem comparecer.

Caixa Econômica Federal
Arquivo/Agência Brasil
Caixa Econômica Federal

Leia também: Cerca de 38% dos brasileiros usaram saldo do FGTS para pagar dívidas em atraso

O atendimento ao grupo que faz aniversário nos meses de setembro, outubro e novembro iria ocorrer a partir da próxima sexta-feira (16), mas foi adiantado para este sábado (10). "O motivo de adiantar para sábado é esvaziar as agências durante a semana", afirma José Eirado, vice-presidente de Tecnologia da Caixa.

Para o carpinteiro Hamilton Militão Filho, 52 anos, a possibilidade de saque veio no momento certo. "Vou usar para pagar as contas. Estou desempregado há quatro anos. Quero voltar a trabalhar 'fichado' [com carteira assinada] mas ainda não apareceu nada", disse ele, que foi no fim da manhã deste sábado (10) à agência da Caixa Econômica Federal no centro de Taguatinga, a 20 quilômetros de Brasília.

Leia também: Rentabilidade do FGTS ficará acima da inflação, projeta ministério do Trabalho

O calendário de saques do FGTS das contas inativas está previsto para terminar em 31 de julho, com a autorização de saque para os nascidos em dezembro. Segundo balanço da Caixa, de janeiro a agosto, 95% dos R$ 27 bilhões que eram estimados para o período já foram sacados. Até o fim da ação para saque dos recursos, é estimado que R$ 43 bilhões tenham sido retirados das contas. Pode fazer o saque quem teve contratos de trabalho encerrados até 31 de dezembro de 2015.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.