Tamanho do texto

Organize suas tarefas em um longo período de tempo, desta forma, assim que já souber as datas, antecipe as funções para evitar os temidos imprevistos

Brasil Econômico

Trabalhar por oito horas seguidas não é fácil, imagina para quem ainda tem que cumprir horas de estudo em uma faculdade, por exemplo, elaborando projetos e exercícios. Quem já viveu essa rotina sabe que não é nada fácil, e pensando nessas dificuldades (emocionais, físicas, etc.) que afetam inúmeras de pessoas, o Movimento Empresa Júnior (MEJ) selecionou cinco dicas para os universitários conciliarem o trabalho com a vida acadêmica.

Leia também: Quer mudar de carreira mas precisa cuidar dos filhos? Saiba o que fazer

Lembre-se que corpo e mente precisam de um tempo. Portanto, ir respirar novos ares que não sejam do trabalho e da vida acadêmica fazem bem
iStock
Lembre-se que corpo e mente precisam de um tempo. Portanto, ir respirar novos ares que não sejam do trabalho e da vida acadêmica fazem bem


1- Elabore uma rotina para cada trabalho

Que é necessário saber gerir o tempo, todo mundo já sabe. Entretanto é importante saber aproveitar o fato de que muitas vezes há uma rotina incerta de aulas na vida acadêmica , e que a partir disso se crie uma rotina própria que encaixe no seu perfil de trabalho. O MEJ recomenda que, caso o estudante funcione melhor pela manhã, é bom tentar acordar cedo para adiantar o máximo de coisas possível. Agora, se a sua produção é melhor pela noite, não há problema nenhum em levar uma coisa ou outra para mais tarde.

2- Antecipe-se, sempre

Organize suas tarefas em um longo período de tempo, desta forma, assim que já souber as datas de entrega, antecipe as funções. Por consequência, todos aqueles imprevistos que surgem – sempre, por sinal, terão menos influência no dia a dia e no resultado final.

Leia também: Especialista desmistifica cinco ideias sobre os processos seletivos

3- Soluções inovadoras

Aproveite o seu tempo no ônibus ou aqueles 30 minutos que você tem livre para desenvolver um projeto. Nisso, encontre fontes diferentes que consigam ser encaixadas nesses momentos, além de ir também atrás de TEDs, vídeos, e-books e fóruns de discussão sobre a temática.

4- Divida o tempo

Embora exista uma cobrança enorme de prazos em relação às entregas, não dá para sair fazendo o máximo e descansando o mínimo possível. O MEJ avalia que corpo e mente precisam de um tempo. Portanto, ir respirar novos ares que não sejam do trabalho e da faculdade fazem bem.

5- Tenha um propósito

Estabeleça um propósito no que quer que você faça. “Imagine sua formatura depois de todas as provas ou seu aplicativo fazendo a diferença no mundo, isso te dará uma força enorme para continuar nos dias mais complicados”, recomenda o MEJ. É importante ter em mente esses motivos claros, uma vez que eles podem fazer você se conectar com aquilo que está fazendo todos os dias não só na vida acadêmica, mas na rotina de trabalho.

Leia também: Home office: confira 10 dicas para manter sua produtividade trabalhando em casa