Tamanho do texto

Profissionais infelizes em seus trabalhos desistem de mudar de emprego porque têm filhos e se veem "presos" ao salário e benefícios da empresa

Antes de mudar de carreira, é importante pesquisar muito e identificar se os ganhos vão suprir as necessidades dos filhos
shutterstock
Antes de mudar de carreira, é importante pesquisar muito e identificar se os ganhos vão suprir as necessidades dos filhos

Devido à ascensão das gerações Y e Z no mercado de trabalho, cada vez mais é colocada em pauta a necessidade de carreira e felicidade devem andarem lado a lado. No entanto, quando falamos sobre uma mudança de profissão para pessoas que tem responsabilidades com outras, como filhos, o quadro se altera.

Leia também: Frete grátis é vantajoso para o e-commerce? Entenda

Grande parte dos profissionais, mesmo infelizes em seus trabalhos, desistem de mudar de emprego e alterar sua rotina porque têm um ou mais filhos , que são seus dependentes. Eles se veem “presos” ao salário, benefícios e estabilidade da empresa atual. Pensando nisso, a CEO da Minds Idiomas, Leiza Oliveira, criou uma lista alguns passos para que pais tenham coragem de mudar de carreira. Confira:

Divisão de tempo

É possível cuidar das crianças, da casa e, mesmo assim, pesquisar. Separe seu tempo usando, por exemplo, uma planilha ou agenda. O importante é checar as arestas do tempo que sobra na sua rotina. Use esse tempo para garimpar sobre a carreira que quer seguir. Cheque empresas, universidades e mercado ao qual pertence o nicho profissional que deseja entrar.

Conversar é essencial

É importante conversar com as pessoas que já atuam na área. Procure saber quanto ganham e quais as perspectivas de futuro nessa função. Desa forma será possível confrontar com a realidade da suas contas e despesas com crianças e casa.

Leia também: Veja quais são os benefícios mais diferentes oferecidos pelas empresas

Faça um acordo com quem te ajuda (se houver)

Caso você tenha um parceiro que ajuda a cuidar das crianças, será preciso mostrar a ele tudo que foi pesquisado. Este diálogo é essencial, pois, a pessoa também pode querer mudar de profissão. Assim, o ideal seria decidir quem mudará primeiro e como ficarão as contas. Caso você crie as crianças sozinha, é possível também seguir esse passo, mas pesquisando onde você pode reduzir com as despesas básicas.  

Procure sua empresa atual

Você precisará se pronunciar na empresa em que trabalha. Tente um acordo e seja transparente sobre a sua insatisfação da função que exerce e em quanto tempo deseja sair. Muitas empresas estão abertas ao diálogo principalmente se você é um bom funcionário e está sendo honesto quanto a aptidão. Nesse meio tempo faça as suas atividades com excelência e vá poupando o quanto poder.

Leia também: Ações trabalhistas: crise exige maior cautela na hora da demissão

Comece a jornada

Iniciar uma nova carreira exige paciência e persistência. Vença os seus medos, comece de novo e seja feliz no seu dia a dia no trabalho. Isso refletirá no convívio com os filhos e, mesmo que o padrão de vida de vocês diminua, a felicidade e tranquilidade diária refletirá no seu lar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.