Brasil Econômico

Na segunda-feira (24), ocorreu na BM&F Bovespa, ou nova B3, o leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), arrematado em 31 lotes em 20 estados brasileiros, para a construção, operação e manutenção de 7.400 quilômetros de linhas de transmissão e subestações.

Leia também: Veja o que acontece aos que deixam de entregar a declaração do Imposto de Renda

O deságio médio da licitação realizada na Bovespa foi de 36,47%, abrangendo os estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

Linha do Mato Grosso do Sul teve o maior valor de venda em leilão da Bovespa, com mais de R$ 360 milhões
iStock
Linha do Mato Grosso do Sul teve o maior valor de venda em leilão da Bovespa, com mais de R$ 360 milhões

O total da Receita Anual Permitida (RAP) a ser obtida pelos vencedores do certame, após o início da operação comercial será de aproximadamente R$ 1,67 bilhão, contra os R$ 2,63 bilhões estabelecidos inicialmente. Vale ressaltar, que a linha localizada no Mato Grosso do Sul teve o maior valor de venda, ultrapassando R$ 360 milhões.

Veja abaixo os lotes do leilão:

Lote 1

Vencedor: Consórcio Columbia
Corretora: Brasil Plural CCTVM S/A
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 400.462.340
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 267.316.703
Deságio: 33,24%

Lote 2

Vencedor: Consórcio Cesbe-Fasttel
Corretora: Spinelli S.A. CVMC
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 32.067.390
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 28.058.966
Deságio: 12,50%

Lote 3

Vencedor: Energisa S.A.
Corretora: Bradesco CTVM
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 58.818.710
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 36.702.875,04
Deságio: 37,60%

Lote 4

Vencedor: Elektro Holding S.A
Corretora: J. Safra CVC LTDA
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 100.238.900
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 65.515.000 
Deságio: 34,64%

Lote 5

Vencedor: CTEEP – Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista
Corretora: BTG Pactual CTVM S.A.
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 27.097.390
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 18.371.261
Deságio: 32,20%

Lote 6

Vencedor: CTEEP – Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista
Corretora: BTG Pactual CTVM S.A.
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 83.235.550
Receita Anual Permitida Vencedora: 46.183.287
Deságio: 44,51%

Lote 7

Vencedor: EDP Energias do Brasil S.A
Corretora: Um Investimentos S.A. CTVM
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 104.357.780
Receita Anual Permitida Vencedora: 66.267.190
Deságio: 36,50%

Lote 8

Vencedor: Arteon Z Energia e Participações LTDA
Corretora: Geração Futuro CV S/A
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 14.889.340
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 9.305.800
Deságio: 37,50%

Lote 9

Vencedor: RC Administração e Participações S/A
Corretora: Novinvest CVM LTDA
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 16.808.750
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 11.471.971
Deságio: 31,75%

Lote 10

Vencedor: Sterlite Power Grid Ventures Limited
Corretora: Um Investimentos S.A. CTVM
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 83.956.380
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 34.532.000
Deságio: 58,86%

Lote 11

Vencedor: EDP Energias do Brasil S.A
Corretora: Um Investimentos S.A. CTVM
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 31.759.510
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 30.200.000
Deságio: 4,91%

Lote 12

Não houve proposta válida.

Lote 13

Vencedor: Consórcio Renascença
Corretora: Coinvalores CCVM LTDA
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 54.565.400
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 44.470.801
Deságio: 18,50%

Lote 14

Vencedor: Consórcio LT Norte
Corretora: Guide Investimentos S.A. CV
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 14.283.930
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 14.283.930
Deságio: 0,0%

Lote 15

Vencedor: Sterlite Power Grid Ventures Limited
Corretora: Ativa Investimentos S.A. CTCV
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 33.185.580
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 24.600.000
Deságio: 25,87%

Lote 16

Não houve proposta válida.

Lote 17

Não houve proposta válida.

Lote 18

Vencedor: EDP Energias do Brasil S.A
Corretora: Um Investimentos S.A. CTVM
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 390.842.450
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 205.200.000
Deságio: 47,49%

Lote 19

Vencedor: Consórcio Olympus II
Corretora: Mirae Asset Wealth Management
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 190.595.830
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 99.109.000
Deságio: 48,00%

Você viu?

Lote 20

Vencedor: Elektro Holding S.A
Corretora: J. Safra CVC LTDA
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 28.216.110
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 13.278.501,37
Deságio: 52,93%

Lote 21

Vencedor: Consórcio Aliança
Corretora: Um Investimentos S.A. CTVM
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 264.343.080
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 171.824.000
Deságio: 34,99%

Lote 22

Vencedor: Elektro Holding S.A
Corretora: J. Safra CVC LTDA
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 24.252.550
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 13.055.000
Deságio: 46,17%

Lote 23

Vencedor: RC Administração e Participações S/A
Corretora: Novinvest CVM LTDA
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 38.663.020
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 27.450.000
Deságio: 29,00%

Lote 24

Não houve proposta válida.

Lote 25

Vencedor: CTEEP – Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista
Corretora: BTG Pactual CTVM S.A.
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 25.279.830
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 10.729.000
Deságio: 57,55%

Lote 26

Vencedor: Energisa S.A.
Corretora: Bradesco CTVM
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 65.776.580
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 46.320.000
Deságio: 29,57%

Leia também: Cerca de 1,5 milhão de pessoas têm dívidas com empregadores, diz IBGE

Lote 27

Vencedor: Elektro Holding S.A
Corretora: J. Safra CVC LTDA
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 23.670.630
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 12.087.000
Deságio: 48,93%

Lote 28

Vencedor: Arteon Z Energia e Participações LTDA
Corretora: Geração Futuro CV S/A
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 25.860.640
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 16.215.000
Deságio: 37,29%

Lote 29

Vencedor: CTEEP – Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista
Corretora: BTG Pactual CTVM S.A.
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 113.468.370
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 53.678.482
Deságio: 52,69%

Lote 30

Vencedor: RC Administração e Participações S/A
Corretora: Novinvest CVM LTDA
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 94.070.920
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 63.900.000
Deságio: 32,07%

Lote 31

Vencedor: Equatorial Energia S.A.
Corretora: Mundinvest S.A CCVM
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 139.315.890
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 126.080.880
Deságio: 9,50%

Lote 32

Vencedor: Cobra Brasil Serviços Comunicações e Energia
Corretora: Elite CCVM LTDA
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 93.119.390
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 72.446.885
Deságio: 22,20%

Lote 33

Vencedor: Consórcio Pará
Corretora: Bradesco CTVM
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 24.446.160
 Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 20.500.000
Deságio: 16,14%

Lote 34

Vencedor: Consórcio Omnium Energy
Corretora: Planner CV S.A
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 9.724.570
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 5.786.119,15
Deságio: 40,50%

Lote 35

Vencedor: Consórcio BRDIGITAL, BRENERGIA e Lig Global
Corretora: Socopa SC Paulista S.A.
Receita Anual Permitida Máxima: R$ 25.972.840
Receita Anual Permitida Vencedora: R$ 18.070.000
Deságio: 30,42%

Rodovias dos Calçados

Um dia após o leilão da Aneel (25), ocorreu na B3 a proposta de outorga para a licitação do lote “Rodovias dos Calçados”, referente ao investimento de R$ 5 bilhões para 720 quilômetros de rodovias estaduais. O grupo Arteris S.A. foi considerado o detentor do maior ágio ofertado para concessão de rodovias no País, com 438,17% sobre o valor mínimo de R$ 225,4 milhões, o que totaliza R$ 1,2 bilhão para a primeira parcela.

Se somado aos R$ 225.483.921,11 milhões da segunda parcela, a outorga total chega a quase R$ 1,5 bilhão. Levando em conta os investimentos na malha rodoviária do lote, a Arteris apresentou uma proposta que prevê recursos de aproximadamente R$ 5,4 bilhões para o Estado de São Paulo. 

Outra proposta bem sucedida foi a do mês de março, na licitação do lote “Rodovias do Centro Oeste Paulista”. Para essa licitação, o Pátria Infraestrutura III – Fundo de Investimentos em Participações ofertou o ágio de 130,89%, o quer totaliza uma outorga de R$ 1,3 bilhão para a concessão de 570 quilômetros de rodovias entre Florínea e Igarapava. Os investimentos estimados para essa malha são de R$ 3,9 bilhões.

Confira abaixo o resultado da licitação:

Lote “Rodovias dos Calçados” (Itaporanga-Franca):

·  Lote 1: Arteris S.A: R$ 1.213.500.000,00 – ágio de 438,17%
·  Lote 2: Ecorodovia Infraestrutura e Logística S.A.: R$ 727.000.000,00 – ágio de 222,41%.

Por ser um investimento robusto no que se diz respeito às obras e geração de empregos, a concessão pode trazer também outros benefícios, como por exemplo, a instalação de redes de dados sem fio (wi-fi) nas rodoviárias, assim como o monitoramento com câmeras inteligentes e tarifas com preços flexíveis. De acordo com a Bovespa, a Comissão Especial de Licitação avaliará a garantia da proposta feita pela Arteris nos próximos dias. A previsão é de que a assinatura do contrato de concessão ocorra nesse semestre.

Leia também: Uber deverá recorrer em regulamentação de direitos trabalhistas no Reino Unido

    Leia tudo sobre: Bovespa

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários