Tamanho do texto

Pesquisa analisou produtos de marcas como Arcor, Garoto, Lacta e Nestlé; diferença de preço de bombons e barras de chocolate também é considerável

Um mesmo ovo de Páscoa pode custar R$ 17,09 em um hipermercado na Chácara Flora, na zona sul de São Paulo, e R$ 34,90 em um mercado próximo à Avenida Paulista. Estes dados foram levantados em supermercados nas cidades de São Paulo e Guarulhos entre os dias 27 e 31 de março pelo site de economia colaborativa "A Vida é feita de Desconto". A pesquisa apontou que os mesmos produtos, neste caso o ovo Arcor Ao Leite 220g, podem ter até 104% de variação.

Leia também: Cerca de 39% dos consumidores vão gastar menos na Páscoa, diz SPC Brasil

A pesquisa considerou uma lista de 47 produtos, incluindo  ovos de Páscoa , caixas de bombons e barras de chocolate de marcas como Arcor, Garoto, Lacta e Nestlé, cujos preços foram coletados em 22 locais de 15 bandeiras diferentes. Além do ovo da Arcor, as maiores variações de preços foram registradas na Tortuguita Lancheira 100g, que teve diferença de 97% (de R$ 20,24 a R$ 39,90), e na Tortuguita de Montar 100g, com variação de 94% (de R$ 21,49 a R$ 41,90).

Pesquisa com preços de ovos de Páscoa considerou lista com produtos de marcas, como Arcor, Garoto, Lacta e Nestlé
Alex Silveira/Agência Amapá - 26.3.15
Pesquisa com preços de ovos de Páscoa considerou lista com produtos de marcas, como Arcor, Garoto, Lacta e Nestlé

Leia também: Páscoa deve gerar 2 mil vagas de emprego temporárias, diz Fecomercio-SP

Por outro lado, dois ovos da Nestlé, dois da Lacta e um da Garoto apresentaram a menor variação de preço: Spiderman e Princesas 150g (33,3%, de R$ 37,50 a R$ 49,99), Batman Unlimited 170g (33,7%, de R$ 35,90 a R$ 47,99), Laka 196g (34,5%, de R$ 27,50 a R$ 36,99) e Crocante (34,7%, de R$ 24,50 a R$ 32,99). A variação média de preços foi de 59,7% dentre todos os produtos pesquisados.

O levantamento também registrou uma variação significativa na média de preço em caixas de bombons e barras de chocolate. A diferença pode ultrapassar 50% entre o maior e o menor preço. Uma caixa de bombons Garoto, por exemplo, chega a custar R$ 6,49 em um loja e R$ 9,99 em outra (53,9% de variação). As barras de chocolate da Lacta, por sua vez, custam de R$ 4,99 a R$ 7,89 (75% de variação), e da Nestlé, entre R$ 4,19 e R$ 6,99 (66,8% de variação).

De acordo com o site "A Vida é Feita de Desconto", os produtos foram escolhidos a partir do volume de vendas, do destaque no ponto de comercialização e a sua representatividade no catálogo de vendas. As lojas foram selecionadas de acordo com critérios geográficos, de popularidade e exposição em propagandas de TV. O preço levado em conta é o de uma unidade, sem considerar descontos e promoções realizadas pelas lojas.

Leia também: Saiba quais cuidados tomar com as novas regras do rotativo do cartão

Por conta das diferenças consideráveis, os responsáveis pelo levantamento recomendam "comparar preços de de ovos de Páscoa, barras de chocolate e caixas de bombom". Segundo a pesquisa, a prática pode ajudar o consumidor a economizar nas compras do feriado e evitar levar pouco chocolate por valores muito elevados. "Ou, quem sabe, até desistir do ovo de Páscoa e ir no bom e velho chocolate ou bombom que, na boca e na barriga, tem o mesmo sabor e as mesmas calorias".

Ovos de Páscoa infantis

Em preço absoluto, o ovo de Páscoa mais caro entre as marcas pesquisadas é o Kit Kat Speaker da Nestlé. O produto vem com uma caixa de som Bluetooth em forma de uma barra do chocolate e é vendido pelo preço médio de R$ 87,60. As 295 gramas de chocolate podem ser adquiridas por cerca de R$ 45 em ovos adultos e sem brindes. Com isso, a caixa de som sai por, aproximadamente, R$ 42.

Por não ter a opção de comprar o brinde de maneira separada, muitos consumidores acabam cedendo a pressão das crianças devidos aos brinquedos. Para este ano, as fabricantes prepararam ovos temáticos com Barbie, Batman, Spiderman e Princesas, por exemplo. Segundo o levantamento, o preço final acaba sendo a soma do custo do brinde, do chocolate e do licenciamento do personagem utilizado na embalagem.

Ovos de Páscoa infantis ficam mais caros por conta dos brindes; Kit Kat Speaker, por exemplo, é vendido por R$ 87,60
Agência Brasil
Ovos de Páscoa infantis ficam mais caros por conta dos brindes; Kit Kat Speaker, por exemplo, é vendido por R$ 87,60

Leia também: Fecomercio registra menor número de extinção de empregos desde 2013

"O apelo do personagem favorito encanta os pequenos, enquanto o preço assusta o bolso dos adultos e nos leva a contas para ver se o brinquedo que acompanha o ovo de Páscoa vale o que custa. Às vezes, comprar um ovo sem a temática infantil e um brinquedo, jogo ou game separadamente pode agradar mais a criança e até pensar menos no bolso", explica Thiago Carneiro, estatístico graduado pela Universidade de São Paulo (USP) e responsável pelo site.

Marcas de chocolates mais baratas e mais caras

A pesquisa também mostrou que é possível ranquear as marcas de chocolates mais populares por preço. O custo médio por quilo de chocolate em ovos de Lacta é cerca de 10% mais barato que em ovos da Garoto. Os ovos da Nestlé, por sua vez são 30% mais caros que os da Garoto. Curiosamente, os produtos da Arcos são os mais baratos entres os ovos não-infantis, mas os mais caros entre os voltados para as crianças. Quando bombons e barras de chocolate são levados em consideração, a ordem da mais barata para a mais cara é Garoto, Lacta e Nestlé.

Ovos premium ou caseiros são opção

Este período do ano não é visto apenas os supermercados como uma das principais datas comemorativas. De olho nas vendas, lojas de chocolates e doces premium, como Kopenhagen, Ofner e Munik, por exemplo, aproveitam para vender um pouco mais. Além de oferecerem produtos diferenciados, as marcas contam com um extenso catálogo de ovos para todos os bolsos.

A pesquisa também coletou preços de produtos premium e chegou a preços médios por quilo bem próximos aos de supermercados. A Ofner teve preço médio de R$ 192,54 por quilo, a Munik, R$ 157,51 por quilo, e a Kopenhagen, R$ 285,71 por quilo. Para se ter uma ideia, a média dos preços das marcas convencionais estava em R$ 151,94 para ovos não infantis e R$ 300,55 em ovos infantis, revelando que as marcas premium podem ser boas alternativas quando o custo-benefício é levado em consideração.

Leia também: Consumidor de internet, telefone e TV a cabo paga R$ 64 bi em tributos

Outra opção são os ovos de Páscoa caseiros. Em épocas de crise, há ainda mais pessoas dispostas a compras chocolates em barras de até dois quilos para derretê-los e confeccionar ovos artesanais. A margem de lucro presente nos ovos de supermercado combinada com os preço acessível da matéria-prima no atacado estimula a produção dos ovos caseiros. No entanto, sem o glamour das marcas mais conhecidas, é necessário conhecer o produto e, se possível o local de produção antes de comprar.