Tamanho do texto

De acordo com dados divulgados pelo Ministério do Trabalho, número corresponde a 70% do total de pessoas que pode receber o valor em março

Mais de 3,5 milhões de trabalhadores já realizaram saques em contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Segundo dados divulgados nesta sexta-feira (31) pelo Ministério do Trabalho, o número de trabalhadores corresponde a 70% do total de pessoas que deveriam receber os valor no mês. Até a última sexta-feira (24), os brasileiros já tiveram acesso a mais de R$ 5,5 bilhões com a prática iniciada em 10 de março.

Leia também: Desemprego atinge 13,5 milhões de brasileiros; maior taxa desde 2012

De acordo com Caixa Econômica Federal, em março, 4,8 milhões de trabalhadores podem fazer saques de contas inativas do FGTS que totalizam mais de R$ 6,96 bilhões. Na análise divulgada pelo governo, os números mostram uma desaceleração na busca por recursos na segunda semana de março. Enquanto na primeira semana foram registrados 5.541.723 pagamentos, nas segunda foram 459.061, mostrando que a corrida às agências foi maior nos primeiros dias do mês.

Saques das contas inativas do FGTS começaram no dia 10 de março; última data do calendário é 14 de julho
Fábio Rodrigues Pozzebom/Arquivo/Agência Brasil
Saques das contas inativas do FGTS começaram no dia 10 de março; última data do calendário é 14 de julho

Leia também: Setor público registra maior deficit da história para meses de fevereiro

Segundo a Caixa, a maior parte dos trabalhadores, 1,91 milhão, preferiu receber o pagamento em dinheiro. A outra parcela (1,62 milhão) escolheu receber o crédito em conta, chegando a mais de R$ 2 bilhões depositados. Os primeiros saques estão sendo feitos por trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro e fevereiro.

A partir de 10 de abril, será a vez dos nascidos em março, abril e maio. Cerca de 7,7 milhões de pessoas poderão sacar um total de mais de R$ 11,23 bilhões. Os nascidos em junho, julho e agosto terão acesso aos valores a partir de 12 de maio. Quem nasceu em setembro, outubro ou novembro poderá realizar o saque das contas inativas em 16 de junho. Em 14 de julho, é a vez de quem nasceu em dezembro. 

Os saques das contas iniciativas do FGTS foram anunciados no final do ano passado pelo presidente Michel Temer. No total, a liberação abrange 49,6 milhões de contas inativas, com saldo de R$ 43,6 bilhões. Os saques devem beneficiar cerca de 30,2 milhões de trabalhadores que encerraram contratos até 31 de dezembro de 2015. Segundo a Caixa, 90% das contas inativas têm saldo de até R$ 3 mil. O saldo das contas pode ser consultado por meio do site da Caixa.

* Com informações da Agência Brasil.

Leia também: Banco Central: Atividade econômica teve retração de 0,26% em janeiro