Tamanho do texto

Estudos apontam que, após cobrir as despesas essenciais, mulheres gastam 28% do salário com vestimentas novas; saiba como se dar bem no mercado

Peças de moda íntima devem ser desenvolvidas com materiais de qualidade para a proteção, conforto e durabilidade
shutterstock
Peças de moda íntima devem ser desenvolvidas com materiais de qualidade para a proteção, conforto e durabilidade

Segundo pesquisa feita pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), o mercado de vestuário deve registrar aumento de 4,6% no faturamento em 2017. Para o empreendedor que atua no varejo de roupas, o nicho de moda íntima é promissor.

Leia também: Veja cinco dicas para empresas obterem bons resultados mesmo durante a crise

Outros estudos recentes, feitos pelo instituto de pesquisa de mercado Nielsen, apontam que, depois de cobrir todas as despesas essenciais, as mulheres gastam 28% do salário com vestimentas novas. Sandra Chayo, diretora de marketing da marca brasileira de moda íntima feminina Hope, que está à frente do negócio da família há 19 anos, compartilha algumas dicas para alcançar o sucesso na área. Confira:

1) Pense na qualidade

As peças de moda íntima devem ser desenvolvidas com materiais de qualidade para a proteção, conforto e durabilidade. Apesar disso, não vale cobrar um preço exorbitante por elas:  é essencial que sejam oferecidas por valores justos para proporcionar encantamento nas mulheres.

2) Invista na tendência

Grande parte das mulheres procuram por peças que estejam em alta. Seja por influência de novelas, filmes, passarelas, revistas ou artistas, as tendências afetam diretamente o comportamento do público feminino, que procura por itens que estão em alta.

Leia também: Educador financeiro aponta investimentos e aplicações para o FGTS inativo

3) Sob medida

Pense em produtos que valorizem todas as mulheres. A diretora afirma que a Hope, por exemplo, produz e disponibiliza modelos de sutiãs com diferentes tamanhos, alternando o tamanho das costas com o busto para um caimento e conforto especial.  

4) Dê atenção ao cliente

Para que uma venda seja considerada boa, é importante prestar consultoria ao consumidor. Para atender as expectativas, é importante ouvir a cliente para conhecer um pouco do perfil dela, e por meio dessa breve análise é possível dar opções e dicas mais assertivas.

Leia também: Mobile wallets cresce e empresas de tecnologia investem em aplicativos

5) Fidelize os consumidores

Um bom atendimento aliado a produtos de qualidade fidelizam a clientela, fazendo com que ela retorne e indique para outras pessoas. Para isso é importante oferecer uma experiência de consumo e criar um relacionamento sólido com o cliente.

6) Explore nichos de mercado

Existem várias possibilidades que podem ser exploradas pela moda feminina possui várias possibilidades. Do básico ao sexy, ofereça diversas opções de produtos que atendam à demanda dos mais variados estilos para potencializar as vendas.