Tamanho do texto

Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações registrou cerca de 15 pedidos de recuperação judicial ante 155 entre fevereiro deste ano e 2016

Brasil Econômico

Serasa Experian registrou 197 solicitações de recuperação judicial no acumulado do ano
iStock
Serasa Experian registrou 197 solicitações de recuperação judicial no acumulado do ano

O Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, apurado pela Serasa Experian registrou queda de 25,8% no número de recuperações judiciais requeridas em fevereiro de 2017 ante o mesmo mês do ano passado. De acordo com a entidade, foram cerca de 15 pedidos contra 155 no mesmo período de 2016. Em relação a janeiro, quando o número de recuperações requeridas foi 82, houve alta de 40,2% nos requerimentos.

Leia mais: Preço médio do m²  para venda cai pela quarta vez consecutiva em São Paulo

Segundo economistas da Serasa Experian , a queda nos pedidos de recuperações judiciais neste primeiro bimestre pode ter relação com a tendência atual de redução, que está mais acelerada na diminuição das taxas de juros, o que impacta de maneira favorável os processos de renegociação voluntária das dívidas corporativas, consequentemente evitando com que as empresas recorram a justiça.

No acumulado do ano, abrangente a janeiro e fevereiro de 2017, foram apontados 197 solicitações de recuperação judicial, resultado 21,5% menor ante aos 251 pedidos feitos no mesmo período do ano passado. O destaque foi dado as micro e pequenas empresas, com 113 solicitações, enquanto as médias e grandes empresas somaram cerca de 48 e 36 requerimentos, respectivamente.

Falências

 Leia mais: Micro e pequenas empresas registram queda na pontualidade de pagamentos

Também entre janeiro e fevereiro deste ano, foram requeridos 233 pedidos de falência em todo o Brasil, resultado semelhante ao mesmo período de 2016. Desse total, cerca de 127 requerimentos foram de micro e pequenas empresas, 53 de médias e 53 de grandes empresas.

Em fevereiro de 2017 foram registrados 141 pedidos de falência requerida, um aumento de 53,3% ante os 92 de janeiro e alta de 6,8% em relação aos 132 obtidos em fevereiro do ano passado. O resultado foi acentuado também pelas micro e pequenas empresas que apresentaram 74 pedidos. Em seguida ficaram as médias empresas, com 35 e as grandes com 32.

Ainda de acordo com o indicador da Serasa Experian, em janeiro e fevereiro deste ano foram decretados 92 pedidos de falências, resultado 8,2% maior do que o apurado no mesmo período de 2016, quando ocorreram 85 solicitações. Já em fevereiro de 2017, um total de 70 pedidos foram feitos, alta de 218,2% em relação aos 22 registrados em janeiro.

Leia mais: Mais de 1 milhão de empresas foram criadas em 2016, registra Serasa Experian