Brasil Econômico

undefined
iStock
Contribuinte deve pesquisar as instituições financeiras antes de pedir a antecipação da restituição

Nesta época do ano, muitas pessoas procuram pela antecipação da restituição do Imposto de Renda. Embora possa parecer um bom negócio, este serviço pode ser perigoso se não for feito com cautela. Além de considerar os juros, o contribuinte precisa ter certeza de que a declaração foi entregue de maneira correta, pois, caso contrário, ele pode facilmente cair na malha fina e ter que arcar com o empréstimo do próprio bolso.

Leia também: Confira dicas para evitar problemas em sua declaração do Imposto de Renda

É importante que o contribuinte tenha muita atenção no momento de preencher a declaração, pois, caso ele não coloque todos os dados corretamente pode acabar perdendo dinheiro de dedução. É importante buscar o máximo de informações possíveis sobre o serviço ou procurar um especialista contábil antes de antecipar a restituição para evitar problemas.

Leia também: Atestado médico garante direitos trabalhistas do colaborador

Solicitar o adiantamento do valor é uma medida que pode ajudar nas contas, mas que serve apenas para remediar um problema. Precisar dessa quantia é um indício de que está faltando educação financeira. Caso contrário, talvez não fosse necessário antecipar o recebimento de algum dinheiro para honrar com um compromisso que não conseguiu pagar com o seu próprio orçamento. 

Dessa forma, a principal recomendação é que, antes de tomar qualquer decisão, seja feito um diagnóstico financeiro para saber entender os ganhos mensais e saber exatamente para onde está indo cada centavo do seu dinheiro, permitindo que, dessa maneira, seja identificado o problema que precisa ser resolvido, ou seja, quais despesas podem ser consideradas supérfluas e, assim, passarem por uma diminuição ou até mesmo por um corte total.

Leia também: Veja sete e-books grátis que ajudarão a impulsionar negócios

Se os juros que estão sendo pagos em uma dívida forem maiores do que os juros relativos à antecipação, este também pode ser um bom negócio. No entanto, ainda assim é indispensável que seja feita uma pesquisa bem apurada entre as instituições financeiras que realizam este tipo de serviço, uma vez que a concorrência é alta, fazendo com que as taxas cobradas sofram grande variação. Caso a situação seja diferente e os juros da dívida sejam menores do que o da antecipação, a melhor escolha é aguardar.

    Veja Também

      Mostrar mais