Agência Brasil

undefined
O Dia
Atendimento das agências da Caixa aos sábados vai acontecer em mais quatro oportunidades

A Caixa Econômica Federal recebeu cerca de 356 mil pessoas no primeiro sábado destinado às dúvidas relativas ao saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O horário de atendimento das agências foi das 9h às 15h.

LEIA MAIS: Planos de saúde perdem quase 200 mil beneficiários em janeiro

De acordo com informações da Caixa, após a divulgação do calendário de pagamento no último dia 14, mais de 1,4 milhão de trabalhadores que demonstraram interesse em obter informações sobre o saque de contas inativas do FGTS foram atendidos nas agências .

O banco vai atender as pessoas aos sábados em mais oportunidades, sendo uma vez a cada mês. As próximas datas já estão marcadas. São elas: 11 de março, 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho.

Também é possível que os trabalhadores tirem dúvidas pelo telefone 0800 726 2017 e por meio do site das contas inativas criado pela Caixa. Para ter acesso às opções da página, é necessário informar o número de inscrição do PIS e o CPF.

LEIA MAIS: Reforma trabalhista cria dúvidas para o trabalho temporário, diz especialista

A possibilidade do saque de contas inativas foi anunciada pelo governo em dezembro do ano passado, em meio ao lançamento de um pacote de medidas para estimular a economia. Pode efetuar o saque o trabalhador que teve um contrato de trabalho finalizado até 31 de dezembro de 2015 e tenha saldo nessa conta.

O calendário de saques divulgado pela Caixa na semana passada leva em conta a data de aniversário do beneficiário. Antes das novas regras, o trabalhador podia ter acesso aos recursos de contas inativas do FGTS em alguns casos, como a aposentadoria ou a compra de um imóvel.

Interferência

Algumas das agências da Caixa que fizeram o trabalho de tirar dúvidas dos trabalhadores no último sábado quase foram impedidas de abrir. A Justiça havia concedido uma liminar que proibia a atuação de determinadas unidades, mas o banco conseguiu derrubar a decisão .

A ação para evitar a abertura das agências da Caixa no final de semana foi movida pelo Sindicato dos Bancários que argumentou que a o funcionamento fora do horário comercial não cumpria o requisito de urgência. Para o sindicato, a abertura teria que ser negociada com a categoria ou autorizada pela Justiça do Trabalho e isso não ocorreu.

    Veja Também

      Mostrar mais