Tamanho do texto

Ser líder envolve inspirar pessoas, evocando o melhor de cada um para atingir um objetivo, segundo o coach e consultor de carreiras Emerson Dias

O conceito de liderança tem sido amplamente discutido nas corporações. Engajar, incentivar e inspirar são algumas das funções de um líder, porém nem sempre é fácil conseguir colocar em prática todas as essas funções. 

LEIA MAIS: Quer mudar de carreira? Coach dá dicas para que transição seja sem traumas

Liderança: Coach afirma que além de inspirar, um bom líder deve replicar experiências e ensinar aqueles que tem potencial
Shuttersock
Liderança: Coach afirma que além de inspirar, um bom líder deve replicar experiências e ensinar aqueles que tem potencial


Segundo o coach e consultor de carreira Emerson Weslei Dias, liderança está relacionada com personalidade e visão – definir metas, planejar a estratégia, criar as ferramentas, apontar a direção, orientar e mobilizar seguidores. “Liderança envolve inspirar pessoas, evocando o melhor de cada um para atingir um objetivo”, disse.  

Para ajudar quem está nesta posição, mas sente dificuldade em ser visto como um bom líder, o coach e consultor em carreiras, listou algumas medidas que vão ajudar a ter sucesso nessa jornada; veja:

Chefe x Líder

 A verdade é que o exercício da liderança pouco tem a ver com o cargo. Para Dias, nas empresas existem algumas pessoas que não são chefes, mas exercem uma liderança perante os demais colaboradores, devido o seu conhecimento, influência e conseguem ter certo “poder” sobre os demais.

 “Lembro-me, enquanto gerente, de situações em que tinha mais poder (influência) do que muitos diretores. Outras vezes, já como diretor, outras pessoas com cargos menores, em algumas situações, tinham mais liderança que eu. De uma simples reunião à condução de um projeto, liderança tem a ver com autoridade sobre determinada situação”, afirma

Líderes formais e informais

O coach ainda ressalta que os gestores estão neste papel porque podem influenciar o comportamento de uma equipe de trabalho, mas apenas o fato de “estar líder” não significa que sejam eficientes nesse papel. Ele explica que em geral, há dois tipos de líderes em uma organização: formais e não formais.

 A liderança formal é aquela exercida por uma pessoa nomeada, contratada, indicada ou eleita para o cargo. Já a liderança informal é exercida, naturalmente, por pessoas que conseguem influenciar outros por suas habilidades especiais e recursos.

LEIA MAIS: Seis dicas para aumentar a produtividade durante o expediente

Emerson Weslei Dias elencou ainda algumas iniciativas que podem ajudar o chefe a se tornar um líder, como por exemplo, ser um bom exemplo. Dias explica que deixar suas atitudes falarem mais alto que suas palavras pode ser uma boa iniciativa.  Caso contrário, não conseguirá exigir das pessoas aquilo que você mesmo não faz.

Coragem e humildade

O especialista evidenciou que líderes de sucesso são corajosos e isso não significa que o medo não tenha que fazer parte disso. É necessário reconhecer esses medos e enfrentar cada situação com escolhas que sejam pontuadas em objetivos a serem alcançados.

A humildade deve fazer parte dessa rotina de ser líder e para isso é necessário reconhecer os erros, os fracassos e os pontos fracos de sua gestão. “Peça desculpas se errou e aceite ajuda dos que estão dispostos a contribuir”, afirma Dias.

Escutar a equipe também é fundamental para quem quer ter sucesso na empreitada de ser líder. Escute os que discordam da sua opinião e ouça o que eles têm a dizer. “Tente entender os seus pontos de vista e identifique o que você pode fazer para melhorar”, explicou o coach.

Outro ponto enfatizado por Dias é que um bom líder deve saber identificar e estimular outras pessoas com potencial para liderança dentro da empresa, garantindo assim a continuidade do trabalho.

LEIA MAIS: Confira as carreiras que estarão em alta em 2017