Brasil Econômico

O número de passageiros transportados pelas empresas aéreas em operação no País teve queda de 7,8% no ano passado, segundo balanço da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com o resultado, as empresas amargam o pior índice dos últimos 10 anos.

LEIA MAIS: Empresas podem cobrar pelo despacho de bagagens a partir de março de 2017

Empresas aéreas têm queda de 7,8% no número de passageiros em 2016, aponta Anac
Fernando Frazão/Agência Brasil
Empresas aéreas têm queda de 7,8% no número de passageiros em 2016, aponta Anac



Nos 12 meses, as empresas transportaram 88,7 milhões de passageiros, frente aos 96,2 milhões registrados em igual período de 2015. O período de crise em que o País se encontra influenciou o resultado, tanto que a demanda dos brasileiros pelo transporte aéreo recuou 5,7% ao se comparar com 2015. No mesmo período a oferta de assentos por parte das empresas diminuiu em 5,9%, informou a Anac .

Em contrapartida as companhias  aéreas apresentaram um leve crescimento no número de passageiros por voo. A taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos foi de 80%, frente a 79,8% em 2015, variação positiva de 0,2% no período analisado. Em dezembro de 2016, o aproveitamento doméstico foi de 81,3%, crescimento de 1,8% em relação ao mesmo mês de 2015. O resultado, segundo a Anac, representa o maior valor do indicador para meses de dezembro desde o início da série histórica, em 2000.

Você viu?

Dezembro

Balanço do mês de dezembro apontou que 8 milhões de pessoas foram transportadas no período. O número representa queda de 5,9% ao se comparar com o mesmo período de 2015, sendo essa a 17º queda consecutiva do indicador,

No mesmo mês, a demanda e a oferta registraram queda de 2,8% e 4,6%, respectivamente, na comparação com o mesmo mês de 2015. Com o resultado de dezembro de 2016, a demanda doméstica apresentou o 17° mês consecutivo de retração. Já a oferta doméstica teve a 16ª baixa sucessiva.

LEIA MAIS: Google avisa a hora certa para comprar passagens de avião mais baratas

A Anac apontou ainda que, enquanto a Avianca e a Azul apresentaram crescimento de 13,8% e 1,8% em dezembro, respectivamente as líderes do mercado aéreo nacional, Gol e Latam, tiveram queda de de 3,5% e 7,6%, respectivamente. Em dezembro passado, as duas gigantes mantiveram-se na liderança do mercado doméstico, com participações de 37,4% e 32,7%, respectivamente.

Voos internacionais

O total de passageiros em voos internacionais feitos pelas empresas brasileiras teve incremento de 2,9% em 2016 na comparação com igual período do ano anterior, totalizando 7,5 milhões. Em dezembro, o Brasil teve recorde no transporte de passageiros nesse tipo de voo. Ao todo, foram transportados 682,3 mil passageiros em dezembro, o que representa alta de 7,5% com dezembro de 2015.

Já a demanda por voos internacionais em 2016 apresentou ligeira queda de 0,3% em relação aos 12 meses de 2015. A oferta internacional caiu 3,1% no período, informou a Anac.

*Com informações da Agência Brasil

LEIA MAIS: Companhia aérea lança classe só para mulheres no avião

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários