Brasil Econômico

O diálogo constante com  os patrocinadores deve ser considerado algo essencial, pois sem o aval desses investidores a recuperação do projeto pode ser mais demorada
iStock
O diálogo constante com os patrocinadores deve ser considerado algo essencial, pois sem o aval desses investidores a recuperação do projeto pode ser mais demorada

Em todas as áreas profissionais existem temporadas nebulosas onde o caos se instaura e os projetos não progridem. E para o empreendedor isso não é diferente. Muitos passam por essas fases de improdutividade e falta de concretude, que impedem as ideias de  sairem do papel.  Pensando em minimizar esses momentos caóticos, o gerente de projetos e líder da empresa de serviços de segurança Arcon, Ramiro Rodrigues, listou em cinco passos como reverter essa situação e fazer com que a criatividade e o progresso voltem a fazer parte da rotina de sua empresa.

+ Veja três dicas para abrir o próprio negócio em tempos de crise

Segundo Rodrigues, uma opção eficaz está na análise do ambiente. Por meio desse método, é possível  detectar e investigar os obstáculos que estão atrapalhando nos projetos da empresa e consequentemente, gerar soluções para recuperá-los de forma rápida e efetiva. Para ele, a proposta de empreender intercala fases de análise e recuperação de projetos.

Investigue

Seja atento a tudo e todos ao seu redor. Investigue criticamente as ferramentas que impactam direta e indiretamente o seu projeto, como por exemplo, aplicações financeira e operacional, contexto político, competências e características dos envolvidos.  Assim, será possível criar estratégias que auxiliem no processo de recuperação do projeto de forma mais rápida e aprofundada.

Faça listas

Baseado nas informações levantadas com a investigação e com a análise crítica, faça uma lista de itens que você acha que podem estar afetando negativamente o projeto e atrapalhando no seu desenvolvimento.  Uma boa dica é segmentar a lista em gravidade x urgência x tendência, e a partir disso, tratar os problemas por ordem de prioridade.

Você viu?

Crie um planejamento

 Com a lista pronta e organizada por ordem de importância, desenvolva um planejamento de ações que atuem na recuperação efetiva dos itens problemáticos. É importante ter cuidado para não se desviar dos objetivos finais do projeto.

+ Quer empreender? Empresário dá dicas para quem se interessa em restaurantes 

Dialogue

Certifique-se de que o patrocinador do projeto esteja de acordo com as suas decisões e estratégias. O comprometimento do mesmo também é essencial para o plano de recuperação proposto.  Por isso tente dialogar o máximo possível e informá-lo sobre possíveis mudanças.  Lembre-se de que sem o aval do patrocinador, seu esforço estará sendo em vão. 

Ponha em prática

Agora é o momento de colocar todas as estratégias de recuperação em prática.  Trate essa etapa como um projeto paralelo, sem se esquecer de seu vínculo com o projeto original. Implemente no projeto  práticas de controles, como reuniões de progresso com análise de resultados obtidos. Vale ressaltar que a comunicação é extremamente importante para a recuperação do projeto, e devido a isso, deve ser a mais simples e objetiva possível.

+ Empresário vai da falência ao faturamento de R$ 40 milhões com limpeza de carros

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários