Tamanho do texto

Especialista dá dicas para profissionais que buscam se realocar no mercado de trabalho. Veja algumas ações possíveis - e simples - para se destacar

Brasil Econômico

O ideal é preparar e apresentar diferenciais que possam te levar à conquista de uma boa vaga de emprego
iStock
O ideal é preparar e apresentar diferenciais que possam te levar à conquista de uma boa vaga de emprego

A taxa de desemprego do Brasil no trimestre encerrado em agosto apresentou a maior taxa da série histórica, com mais de 12 milhões de pessoas desempregadas . Em meio a difícil situação do mercado de trabalho do País, com tantos profissionais em busca de relocação, o ideal é se preparar e apresentar diferenciais que possam te levar à conquista de uma boa vaga de emprego.

Pensando nisso, o Brasil Econômico preparou algumas ações essenciais para quem está em busca de emprego , que podem ajudar o profissional a se destacar sobre os concorrentes e, assim, estar mais perto da vaga tão esperada. As dicas são da coach e presidente do Grupo Elemento RH, Luciana Ferreira.

1 – Estratégias de contato

Assim como fazemos dentro do ambiente profissional, planejando e traçando uma estratégia para projetos, quando estamos em busca de trabalho, também devemos elaborar táticas adequadas para enviar currículos e entrar em contato com empresas. Com isso, acaba sendo mais fácil chegar à pessoa e ao local certos, ou seja, mais próximos do que desejamos.

Para isso, a dica é da especialista é: faça duas listas, sendo uma com as empresas que você gostaria de trabalhar e outra com os profissionais da sua área que você pode contatar e ativar seu networking. Aliás, esse contato é fundamental para abrir novos caminhos, pois as indicações costumam ser muito poderosas na conquista de uma vaga.

2 - Networking

Como falado anteriormente, a sua rede de contatos é um dos seus maiores tesouros profissionais. Mesmo que esteja empregado, mantenha o networking ativo – já que não só serve para quem busca recolocação, mas também para todo profissional que deseja orientações para o desenvolvimento da carreira, ou ajuda em algum projeto.

3 - Currículo atualizado

Lembre-se de que você é sua marca, o produto que deve vender o tempo todo. Ao pensar dessa maneira, é mais fácil elaborar e atualizar corretamente o currículo, pois ele é o seu “cartão de visitas”. É por meio dele que o recrutador vai te conhecer, portanto, capriche!

A dica é ressaltar seus resultados e atualize suas redes sociais profissionais com estas informações.

4 - Propósitos e desejos

Responda à pergunta: qual a história quer contar para si daqui a 5 ou 10 anos?

Depois de pensar e responder a isso, conseguirá entender melhor por qual caminho deseja caminhar. Afinal, os percursos são a única forma de chegar aonde quer – ou, ao menos, próximo disso.

+ As 50 perguntas mais comuns feitas em entrevistas de emprego

Não deixe de fazer uma reflexão acerca de possibilidades e sonhos. Faça uma análise dos seus pontos fortes e fracos, das suas principais competências, do que você faria e não faria novamente, o que já realizou e ainda pretende realizar. Acredite: os recrutadores valorizam profissionais seguros a respeito de seu propósito e que conheçam o mercado em que irão atuar.

5 - Protagonize sua carreira

Olhe para frente e veja o que precisa mudar e melhorar no âmbito profissional. Busque cursos de aperfeiçoamento, procure utilizar o tempo livre para seu desenvolver-se continuamente, procure frequentar eventos e palestras para aumentar sua rede de contatos.

Tanto na entrevista, quanto no currículo, destaque sempre características que o diferenciam no mercado. Lembre-se: em época de procura virtual, estará na frente aquele que faz contatos via e-mail ou telefone com profissionais. A dica da especialista é que você convide amigos para um happy hour ou café, colocando-se sempre à disposição de maneira elegante e discreta.

+ Inglês fluente? Líder de equipe? As maiores mentiras das entrevistas de emprego

Monitore suas atividades, faça uma planilha para organizar os contatos realizados, almoços, cadastros, data em que aconteceu, entrevistas realizadas e follow-up. 

Uma boa sugestão: monte um funil de oportunidades.

6 - Entrevistas

Para as entrevistas, seja disciplinado, procure chegar pelo menos 15 minutos antes do horário agendado, esteja preparado e responda as perguntas com segurança, sem esquivar-se. Se a oportunidade for temporária ou autônoma, não descarte a possibilidade, ela pode ser o primeiro passo para ingressar na empresa em questão.

Procure sempre manter-se calmo e confiante, pesquise antes a companhia, seus produtos e serviços, foque em seu interesse, em suas qualidades. Assim, é muito mais fácil – não só entrar na empresa, mas, também, conquistar um bom emprego .