Tamanho do texto

Empresa foi multada por ter operado de maneira irregular na Pensilvânia em 2014; empresa planeja entrar com recurso

Comissão considerou que operação do aplicativo Uber foi ilegal durante seis meses em 2014
Divulgação
Comissão considerou que operação do aplicativo Uber foi ilegal durante seis meses em 2014

A Uber Technologies foi multada no montante recorde de US$ 11,4 milhões nesta quinta-feira (21) por um regulador da Pensilvânia, nos Estados Unidos, que descobriu que a empresa de serviço urbano de transporte privado operou ilegalmente no Estado em 2014.

A multa foi a maior imposta pela Comissão de Utilidade Pública da Pensilvânia, disse uma porta-voz. A companhia planeja entrar com recurso.

Por um placar de 3 votos a favor e 2 contra, a Comissão disse que a multa era justificada uma vez que a Uber operou sem autorização do regulador de fevereiro a agosto de 2014, e falhou em responder a pedidos de informação sobre as suas operações.

A multa da Uber foi reduzida do montante de US$ 49,9 milhões imposta em novembro, em uma decisão inicial.

A Comissão regula as empresas fornecedoras de transporte, incluindo os táxis que competem com Uber e rivais como a Lyft.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.