Tamanho do texto

Ideias para quem deseja abrir uma startup: coloque no papel os gastos necessários e pense em alternativas mais baratas

Não existe algo uniforme, então cada negócio pode exigir diferentes investimentos
iStock
Não existe algo uniforme, então cada negócio pode exigir diferentes investimentos

Você tem uma brilhante ideia de negócio. Está animado, pensa na possibilidade excitante de conseguir abrir e crescer uma empresa com suas próprias mãos. Aceita a ideia de deixar seu atual emprego, correr alguns riscos, perder um pouco de vida social por um tempo. Porém, há um obstáculo na sua frente que está te bloqueando: você não tem muito dinheiro.

O cenário acima pode descrever a vida profissional de muitas pessoas, mas o problema financeiro pode não ser um obstáculo tão grande quanto parece. Claro que todo negócio exige um investimento (uns mais que outros), mas se você pensar e planejar da maneira correta, pode conseguir ir atrás dos seus sonhos. Segundo um artigo do empreendedor Jayson DeMers, no Business Insider, há muitas maneiras de iniciar um negócio sem quase nenhum investimento pessoal.

O site dá algumas dicas para quem tem esse “probleminha” na frente. A primeira coisa que você deve fazer é estimar quanto precisará para abrir seu negócio, depois pode encontrar maneiras alternativas de financiá-lo. Não existe algo uniforme, cada negócio pode exigir diferentes investimentos, mas para começar, é legal pensar nos investimentos básicos no primeiro momento.

Coloque no papel:

- Licenças e permissões: dependendo de sua área, você pode precisar de diferentes documentações e registros para operacionalizar.

- Suprimentos: você está comprando novos materiais? Precisará de computadores ou outros dispositivos?

- Equipamentos: sua empresa necessita de máquinas especializadas ou software?

- Espaço do escritório: esta é uma despesa grande, você não poderá negligenciar coisas como internet e outros custos utilitários.

- Associações, assinaturas, sociedades: quantas publicações e afiliações você deverá assinar todo mês?

- Despesas operacionais: pesquise a fundo e não se esqueça do marketing!

- Honorários legais: já consultou um advogado para cuidar do processo de desenvolvimento do seu negócio?

- Empregados: se você não pode fazer isso sozinho, precisará de pessoas em sua folha de pagamento. 

Como economizar?

1- Reduza suas necessidades
Sua primeira opção de economia é mudar seu modelo de negócio para que haja menor demanda de itens da lista acima. Por exemplo, se você planeja abrir uma empresa de personal trainers, pode começar sendo o único empregado – e depois ir aumentando conforme o lucro.

Além disso, a não ser que você necessite de espaço de escritório, poderá trabalhar em casa também; se isso não for possível, pode procurar por fontes de suprimentos mais baratos, ou cortar linhas de produção que são muito caras para este início.

2- Faça você mesmo - e devagar

Sua segunda opção para deixar o negócio mais barato é um período de “aquecimento” para seus negócios. Em vez de ir direto para um modo de negócios em pleno direito, inicie com o básico, devagar, de maneira autosustentável. Uma ideia é abrir um site para a empresa, que pode começar com um um blog para encabeçar o negócio. Se você também puder começar como um trabalhador independente, evitará um dos maiores custos iniciais (e desfrutar de uma situação fiscal mais simples).

3-  Terceirização dos custos

A terceira opção é a obtenção de financiamento de fontes externas. Há dezenas de formas potenciais de levantar capital - mesmo se você não tiver muito. Aqui são apenas algumas fontes potenciais para você:

- Amigos e família

- Investidores anjos

- Capitalistas de risco

- Crowfunding

- Subsídios do governo e empréstimos públicos

- Empréstimos de bancos

20 grandes negócios da internet que começaram do zero


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.