Tamanho do texto

Está de olho naquele produto de mostruário da loja? Então, confira dicas do Procon para garantir uma compra de sucesso

No começo do ano, as vitrines podem ser tentadoras: encontramos promoções, etiquetas chamativas de produtos de mostruário com preço abaixo da média. Apesar disso, podem surgir dúvidas – e mitos – como “será que terei garantia?”, ou “posso trocar produtos de mostruário”?

Saiba seus direitos na hora da compra de produtos de mostruário
Getty Images
Saiba seus direitos na hora da compra de produtos de mostruário

Veja algumas dicas do Procon-SP para comprar ou para saber quais são seus direitos caso já tenha adquirido um produto de mostruário:

1. Vá preparado
É essencial saber seus direitos. Assim, você poderá se defender e fazer melhores escolhas. Se você está de olho nas promoções, tenha em mente que comprar produtos que estão no mostruário das lojas ou com defeitos aparentes não elimina os direitos do consumidor. Quer saber mais? Clique aqui

2. Problemas detalhados
Quando você adquire este tipo de produto, pode pedir ao fornecedor que descreva todos os possíveis problemas de maneira detalhada. É seu direito!

3. Garantia
Sim, o direito à garantia legal é o mesmo, conforme o Código de Defesa do Consumidor, ainda que haja uma cláusula informando que o consumidor “adquiriu o produto no estado em que se encontra”.

4. Vícios reparados
O fornecedor será responsável por reparar o vício de qualquer produto, exceto quando este é informado de maneira clara no momento da compra. Isso quer dizer que o fato de o produto ter sido comprado em promoção ou de mostruário não permite ao lojista ou fabricante se negar a solucionar eventuais problemas ou recusar sua troca.

5. Problemas? Peça ajuda
Se você aproveitou a temporada de compras, ou ainda está pensando sobre aquela promoção bacana, mas está cheio de dúvidas ou encontrou problemas? Você pode procurar o órgão de defesa do consumidor mais próximo. Há gente preparada para esclarecer e ajudar.

Dicas para comprar mais barato e escapar da crise


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.