Tamanho do texto

Enquanto em janeiro de 2015 foram emplacados 243.882 veículos, neste ano o mês registrou apenas 149.699 vendas

O primeiro mês de 2016 abriu com queda de 36,62% na comercialização de carros em todo o País, segundo mostrou o levantamento divulgado nesta terça-feira (2) pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). Enquanto em janeiro de 2015 foram emplacados 243.882 veículos, neste ano o mês registrou apenas 149.699.

Líder de vendas em 2015, Chevrolet Onix abriu janeiro também em 1º lugar nas vendas
Chevrolet/Divulgação
Líder de vendas em 2015, Chevrolet Onix abriu janeiro também em 1º lugar nas vendas


Estes números são relativos ao segmento de automóveis e comerciais leves, excluindo  caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários. No levantamento dos emplacamentos neste recorte mais abrangente, janeiro de 2016 teve queda de 29,67% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Para Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave, alguns fatores influenciaram na queda das vendas de veículos, como a sazonalidade. “Começamos o ano sem expectativa de crescimento, porém, os resultados de janeiro não devem ser balizadores para as projeções para 2016, pois este mês é atípico historicamente, e carrega aspectos negativos por algumas razões que não se repetem ao longo do ano", analisa.

Apesar de não janeiro não ser balizador com o movimento de queda, a expectativa para este ano segue negativa. As projeções da federação apontam para uma queda de 5,2% para os emplacamentos de todos os segmentos automotivos somados. "Faremos as revisões a cada três meses, para que possamos avaliar melhor o comportamento do mercado e o viés da economia, mas acreditamos que o pior resultado ocorreu em 2015, e que este ano não deve trazer os mesmos níveis de queda”, acrescenta Júnior.

Os modelos mais vendidos em janeiro de 2016


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.