Renner vai colocar R$ 155 milhões para achar o que a mataria amanhã
Felipe Moreno
Renner vai colocar R$ 155 milhões para achar o que a mataria amanhã

Qual o maior fator para matar uma grande empresa? Por incrível que pareça, não é corrupção corporativa, ineficiência ou a má gestão de recursos financeiros, mas práticas ultrapassadas de negócios. A Blockbuster não morreu por conta por gastar muito dinheiro ou abrir lojas demais, morreu por não apostar no streaming. A Kodak não desapareceu por que era ineficiente no que fazia, mas por que filmes para câmeras analógicas eram ultrapassadas.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

Quando você tem práticas ultrapassadas, novos entrantes chegam e disruptam seu setor. E todas as empresas, não importa o quão atualizadas estejam, um dia estarão ultrapassadas. Grandes empresas que entenderam isso, vão sobreviver, pois podem se preparar para não ficarem ultrapassadas. Quem aposta em um modelo de negócio, não importa o quão vencedor ele seja, como se ele fosse eterno, vai falir.

O sucesso de uma empresa no longo prazo, portanto, é a capacidade dela de projetar essas mudanças e não ficar para trás. A transformação digital de muitas empresas nacionais foi chave nos últimos anos por conta disso e trouxe muito valor para elas. Uma empresa que mostrou interesse em caminhar nesta direção é a Lojas Renner (LREN3), que acaba de lançar um fundo de R$ 155 milhões em venture capital corporativo, o RX Ventures. Com esse dinheiro, a empresa vai investir em pelo menos 10 startups de fashion & retail tech, e-commerce e marketplace, martech, fintech e logtech.

Leia a matéria completa no site do 1Bilhão

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários