BTG (BPAC11) lança fundo de investimento ligado a matéria-prima em escassez
Fernanda Capelli
BTG (BPAC11) lança fundo de investimento ligado a matéria-prima em escassez

O banco BTG Pactual (BPAC11) lançou recentemente um fundo multimercado ligado ao setor de semicondutores, uma matéria-prima escassa no mundo.

De acordo com o BTG, a matéria-prima em questão possui alta capacidade de conduzir correntes elétricas, assim como também é um componente essencial na produção de chips utilizados em aparelhos eletrônicos e veículos.

Você viu?

A princípio, o fundo está disponível para qualquer pessoa física que deseja diversificar sua carteira de investimentos. Além disso, o investimento replica um índice cujo a valorização ultrapassou 54% só em 2020.

Detalhes do fundo

O investimento foi carinhosamente nomeado de “Reference Semicondutores FIM”. O produto que ele replica é o índice PHLX Semiconductor (SOX). Além do mais, o fundo está no índice Nasdaq, uma das bolsas norte-americanas.

Dessa forma, o índice é feito pelas ações de 30 grandes empresas desse setor, como a Intel, Qualcomm, NVIDIA e Broadcom. Só no ano passado, esse índice teve valorização de 54%, superando o desempenho da bolsa estadunidense, que teve alta de 49%.

Confira a reportagem completa aqui

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários