Custo de vida pode variar até 14% nas cidades brasileiras, aponta estudo da Mercer
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Custo de vida pode variar até 14% nas cidades brasileiras, aponta estudo da Mercer

O custo de vida nas cidades brasileiras pode variar até 14%, segundo a pesquisa “Custo de Vida Nacional” feita pela Mercer.

O estudo analisou, em 17 cidades brasileiras, 10 categorias diferentes de serviços como cuidados pessoais, esportes e lazer, refeições em casa e fora de casa, roupas e calçados, serviços de utilidade pública, serviços domésticos, álcool/ tabaco, suprimentos domésticos e transporte.

Na metodologia, que segue os rigorosos padrões globais da consultoria, cada categoria tem um peso diferente e, dentro do cálculo, a média ponderada de todas as categorias é comparada à média de São Paulo, cidade usada como referência.

Você viu?

A pesquisa

A pesquisa sobre custo de vida nacional revela que a categoria “serviços domésticos”, que inclui itens como diária para limpeza, babá e serviços de lavanderia, é a que mais pesa no orçamento. A cidade de Porto Alegre/RS, por exemplo, é a mais cara nesta categoria, com custo de vida 7% maior que em São Paulo – cidade usada como referência. Já Fortaleza/CE e Recife/PE registram um custo menor nesta categoria sendo 34% abaixo da média paulista.

Outro ponto mostrado pelo estudo é que a cidade do Rio de Janeiro (RJ) apresenta, na categoria “refeição fora de casa”, custo 4% maior que o praticado na capital paulista. Fortaleza, na outra ponta, apresenta o menor custo nessa categoria (-32%).

Confira a reportagem completa aqui

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários