Muitos brasileiros declaram criptomoedas no Imposto de Renda pela primeira vez
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Muitos brasileiros declaram criptomoedas no Imposto de Renda pela primeira vez

Neste ano, a entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física (DIRPF) deve acontecer até  31 de maio e a Receita Federal criou códigos específicos para a declaração de Bitcoins e outras moedas digitais. “Muitos brasileiros irão declarar criptomoedas pela primeira vez”, afirma Rodrigo Soeiro, CEO da plataforma brasileira Monnos, primeira rede social de investimentos em criptomoedas do mundo.

A posse de mais de R$ 5 mil em moedas digitais deve ser declarada. “Recomendo que todos os usuários de criptomoedas, se já não o fazem, que declarem seus ativos financeiros. A tendência é que a Receita Federal faça cada vez mais imersões no tema e aqueles que se mantiverem ‘às sombras’ terão dificuldades quando quiserem fazer uso do ganho obtido com os investimentos”, recomenda Soeiro.

Você viu?

“As criptomoedas são consideradas ativos financeiros como qualquer outro, portanto suas alienações (compra, venda, permuta etc.) também devem ser declaradas à Receita Federal e as operações precisam ser comprovadas”, aponta o CEO da Monnos. Havendo diferença entre o custo de aquisição e o valor de venda, há um ganho que pode ou não ser tributável.

Para saber como declarar criptomoedas no Imposto de Renda, confira a matéria completa aqui , que apareceu primeiro em 1Bilhão Educação Financeira .


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários