Tamanho do texto

Crédito bancário para 3.360.917 contribuintes será feito no dia 16 de junho; para saber se teve a declaração liberada, basta acessar a página da Receita

Contribuinte pode consultar lotes de restituição do Imposto de Renda retidos de 2008 até 2016 no site da Receita Federal
Marcelo Casal Jr/Agencia Brasil
Contribuinte pode consultar lotes de restituição do Imposto de Renda retidos de 2008 até 2016 no site da Receita Federal

A Receita Federal liberou nesta segunda-feira (9) a  consulta ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2018. Esse lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017.

O crédito bancário da  restituição do Imposto de Renda  será feito no dia 16 de julho para mais de 3,3 milhões de contribuintes, totalizando R$ 5 bilhões. De acordo com a Receita, desse total, R$ 1,625 bilhão são destinados para contribuintes com preferência, ou seja, pessoas com mais de 60 anos, contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Como saber se minha declaração foi liberada?

Para o contribuinte saber se teve a declaração liberada , é preciso acessar o serviço e-CAC disponível no site da Receita . Nessa opção, é possível acessar o extrato da declaração e checar se há inconsistências de dados identificados pelo processamento.

Caso tenha informações erradas ou desatualizadas, o próprio contribuinte pode corrigir os dados, por meio da entrega de declaração retificadora.

Também é possível verificar se a declaração foi liberada ligando para o Receitafone 146 ou pelo aplicativo Pessoa Física . Na plataforma, o contribuinte pode checar às declarações do IR e situação cadastral no CPF pelo celular ou tablet. Com o app é possível consultar nas bases da RF informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Leia também: Para ser justa, faixa de isenção do IR deveria ser de R$ 3,5 mil; entenda

Vale destacar que os montantes de restituição para cada exercício, e a respectiva taxa Selic aplicada, podem ser acompanhados na tabela a seguir:

A consulta poderá ser feita a partir das 9h desta segunda-feira (9)
Divulgação/Ministério da Fazenda
A consulta poderá ser feita a partir das 9h desta segunda-feira (9)


Prazos para resgatar a restituição do Imposto de Renda

O contribuinte tem um ano para  resgatar a restituição do IR  no banco. No entanto, caso o prazo seja perdido será necessário fazer um requerimento, pela internet, utilizando o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Leia também: Tem direito ao abono salarial ano-base 2017?Confira o calendário de pagamento

Agora, se o valor não for creditado, é preciso entrar em contato pessoalmente com qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento nos seguintes telefones:

  • Nas capitais: 4004-0001 
  • Demais municípios: 0800-729-0001 
  • Telefone especial exclusivo para deficientes auditivos: 0800-729-0088 

Ao entrar em contato com a Central, o contribuinte poderá agendar o crédito da  restituição do Imposto de Renda em conta corrente ou poupança, no próprio nome, em qualquer banco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.