Faltando 10 dias para cerimônia, consumidora entrou em desespero ao saber que carro que transportava seu vestido foi roubado; veja o que aconteceu

Brasil Econômico

O que poderia ter ser tornado o pior pesadelo da consumidora Lívia Maria, do Rio de Janeiro, virou bom exemplo de atendimento ao cliente. Após ter comprado um vestido de noiva pela loja virtual O Amor é Simples, com sede em Porto Alegre, a consumidora estava satisfeita já que o traje seria enviado dentro do prazo. O caso aconteceu em setembro do ano passado e agora começa a repercutir na internet.

LEIA MAIS: TV a cabo, telefonia e varejo: as empresas com mais reclamações em 2016

Empresas devem ter políticas de atendimento ao consumidor que realmente funcionem, evitando assim reclamações e exposição negativa em redes sociais
iStock
Empresas devem ter políticas de atendimento ao consumidor que realmente funcionem, evitando assim reclamações e exposição negativa em redes sociais


Porém, 10 dias da data marcada para a cerimônia a consumidora descobriu que o carro dos Correios que transportava seu vestido havia sido roubado no Rio de Janeiro, deixando-a em uma situação delicada. A primeira reação de Lívia foi entrar em contato com a loja virtual que vendeu o vestido para tentar encontrar uma solução. Em relato escrito em seu perfil na rede social Facebook, a consumidora descreveu que a empresa se comprometeu a confeccionar um novo vestido – a varejista trabalha com produtos sob encomenda  – e que em 10 dias ela teria o tão sonhado vestido de noiva em mãos.

Em nota a varejista online informou que confeccionou a peça em tempo recorde de 10 dias, já que seu prazo de entrega é de 21 dias após o pedido, pois todos os modelos são feitos sob demanda e de forma artesanal, as sócias idealizadoras da loja Laís Ribeiro, Natália Pegoraro e Janaina Pasin, decidiram ir pessoalmente entregar o vestido a Lívia.

“A gente quis garantir que tudo saísse conforme o planejado, importantíssimo quando se é noiva, não? Quando a Lívia entendeu que eu estava com a caixa do vestido dela nas mãos, começou a chorar e eu chorei junto”, afirmou à empresária, Laís Ribeiro.

LEIA MAIS: Fiat e Peugeot chamam proprietários para recall; Procon-SP orienta como proceder

“Jamais, nem nos meus sonhos mais loucos, imaginaria que iriam ao meu trabalho, pessoalmente, realizar esta entrega! ... Isso é raro e faz total diferença!  Porque o amor tem destas simplicidades. Não provei um vestido de noiva sequer, tamanha a certeza que eu tinha que haveria de ser com o de vocês” - declarou a noiva em outro post na rede social.

A empresária Laís Ribeiro e a noiva Lívia no dia em que a consumidora foi surpreendida com a entrega de seu vestido
Divulgação
A empresária Laís Ribeiro e a noiva Lívia no dia em que a consumidora foi surpreendida com a entrega de seu vestido


Atendimento

Políticas de bom atendimento e que façam com que a experiência de compra do consumidor seja positiva são algumas das ferramentas para alavancar as vendas de produtos e serviços. E o caso da loja virtual de vestido de noiva não foi o único a surpreender.

Em janeiro uma consumidora de Campinas, interior de São Paulo, usou o Facebook para desabafar após sua mãe ter sido ofendida por uma colaboradora da loja de joias Vivara , em um shopping de Campinas. Após o desabafo ter repercutido e amplamente compartilhado por outras consumidoras, a empresa e a responsável pela unidade em Campinas optaram em fazer um pedido de desculpas pessoalmente na casa da consumidora.

Em nota a Vivara informou que “busca diariamente a excelência em seus atendimentos. A decisão de um pedido de desculpas presencial foi tomada em conjunto pela gerente da loja e pela equipe responsável do escritório para cumprir o compromisso de prestar o melhor serviço e surpreender nossos clientes.”

Outra caso que também gerou grande repercussão foi o do restaurante Paris 6 , em São Paulo. O vídeo de uma consumidora se acidentando na porta do estabelecimento durante uma tempestade foi compartilhado milhares de vezes e o proprietário do restaurante, Isaac Azar, começou uma campanha no Facebook e em seu Instagram para encontrar a cliente e lhe oferecer um dia especial após o incidente.

LEIA MAIS: Antes elogiada pelo atendimento, Uber é uma das empresas mais reclamadas do País

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.