Tamanho do texto

Porta-voz do presidente Bolsonaro diz aguardar "orientação" de Rodrigo Maia para que o relatório vá rapidamente ao plenário da Câmara

Rego Barros
José Dias/PR
Rêgo Barros comentou sobre a possibilidade de aprovação da reforma nesta quarta-feira

O governo Jair Bolsonaro demonstrou esperança que a relatório da reforma da Previdência seja aprovado na próxima quarta-feira na comissão especial que analisa o texto. De acordo com o porta-voz da Presidência , Otávio do Rêgo Barros, o Planalto aguarda a orientação do presidente da Câmara para que a pauta seja levada ao plenário "no menor tempo possível".

Leia também: IBGE divulga questionários a serem aplicados no Censo 2020

"Oxalá na próxima quarta-feira tenhamos a votação do relatório e aguardamos a orientação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para que, no menor prazo possível isso possa ser colocado em plenário", disse Rêgo Barros em declaração na noite desta segunda-feira à imprensa.  A expressão "oxalá" demonstra otimismo e esperança.

O porta-voz voltou a reforçar que a aprovação das novas regras para aposentadoria é "crucial" para a melhoria da economia do país. Ele atrelou à nova previdência também à atração de investimentos nacionais e internacionais.

"Quanto mais rápido nós tivermos a solução deste que é o ponto central e crucial da questão econômica do nosso país, melhor para a sociedade e para a estrutura do governo e, com isso, nós vamos receber aporte de investimentos internacionais e até mesmo aqueles provedores nacionais que estão aguardando sua decisão de investir no país o farão por força dessa percepção positiva que é a aprovação da reforma da previdência ", finalizou.

Leia também: Balança comercial tem saldo positivo no 1º semestre, mas recua frente a 2018