Tamanho do texto

Em 54 meses, bolsa brasileira perdeu US$ 1,05 trilhão; alta do dólar e incerteza fiscal foram importantes fatores para a queda

Bovespa obteve pior resultado em anos
WIKIPEDIA/COMMONS
Bovespa obteve pior resultado em anos

O valor de mercado das empresas brasileiras foi ultrapassado pelo valor das mexicanas. Segundo a provedora de informações financeiras Economatica, nesta quarta-feira (23) as empresas mexicanas fecharam com US$ 478,8 bilhões contra US$ 471,6 bilhões das empresas brasileiras.

Esse é o pior resultado da bolsa brasileira em 10 anos, quando as empresas brasileiras registraram desempenho de US$ 444,6 bilhões. Em 54 meses, a Bovespa perdeu US$ 1,05 trilhão.  Segundo a Economatica, o maior valor atingido pelas empresas brasileiras foi em abril de 2011, um total de US$ 1,53 trilhão. O máximo atingido pelas empresas mexicanas foi de US$ 625, 7 bilhões, atingidos em agosto de 2014.

Valores de mercado de Brasil e México oscilaram ao longo dos anos
Economatica
Valores de mercado de Brasil e México oscilaram ao longo dos anos

Um dos fatores que influenciaram a queda da bolsa foi a desvalorização do dólar em relação ao real. Nesta quarta-feira, a moeda norte-americana atingiu a alta histórica de R$ 4,14, um aumento de 2,28%. De acordo com a Economatica, o dólar no Brasil teve valorização de 146,31% entre dezembro de 2010 e setembro de 2015, enquanto a valorização no México foi de 38,02% no mesmo período.

A instabilidade no cenário político e fiscal brasileiro e a situação das bolsas nos EUA e na Europa também influenciam a queda da bolsa brasileira.