Brasil Econômico

Brasil Econômico

undefined
Reprodução/Wikipedia
Relacionamentos profissionais são muito importantes: quem seria Woody sem Buzz e vice-versa?

Por quase 30 anos, a Pixar tem participado nos negócios de entretenimento com filmes tão bem sucedidos que seus personagens parecem ser reais e tangíveis, dando até vontade de tocá-los na tela da TV, não é mesmo? Além das imagens maravilhosas, a empresa também nos traz histórias e roteiros tão ricos que tornam esses filmes ainda mais populares. Há tantos valores a serem apreendidos que é possível, inclusive, tirar lições para o empreendimento e a vida profissional.

Pensando nisso, o colunista de estratégias de marketing digital do site Entrepreneur, Samuel Edwards, escreveu seis lições aprendidas com os filmes da Pixar. Veja:

1. Pessoas vão tentar ganhar créditos pelo seu trabalho

Se você não viu Ratatouille, faça o favor a você mesmo de assisti-lo. É engraçado, criativo e cativante. Entretanto, há também algumas lições realis no filme. Remy é um rato que tem um dom para cozinhar. Na verdade, ele tem um talento verdadeiro na cozinha e, não por acaso, acaba conhecendo um homem chamado Linguini que não leva o jeito para ser cozinheiro. Resumindo: os dois fazem um plano em que Remy fica no chapéu de Linguini e o ajuda a se tornar um grande chef. E ele acaba levando todo o crédito pelo sucesso, é claro.

A moral da história é que pessoas bem sucedidas podem sempre encontrar aquelas outras que tentam levar o sucesso com o trabalho duro alheio. E que há sempre horas para falar ou ficar quieto – e há momentos para ambos.

2. Não julgue o livro pela capa

Já pensou quão estranho é o grupo de personagens de Monster’s Inc.? São monstros e crianças que, apesar de tantas diferenças, acabam se dando bem. Qual é, porém, sua primeira reação quando encontra uma pessoa completamente diferente de você? Você aceita ou rejeita? Ataca ou pensa nas diferenças de maneira complementadora?

A diversidade no trabalho é uma coisa muito positiva. Na verdade, empreendimentos podem não funcionar se todo mundo pensa da mesma forma. Pessoas diferentes trazem ideias e estilos diversos à mesa; complementam ideias, trazem conceitos únicos. Você nunca sabe o que existe por trás da capa.

3. Nem sempre é possível se manter seguro

undefined
Reprodução/Wikipedia
A lição a ser apreendida da história é que você nem sempre você pode se manter seguro

Encontrando Nemo é um dos filmes favoritos da Pixar. É um desses filmes raros que tanto crianças quanto adultos podem rir juntos. Mas, talvez, a mais importante lição a ser apreendida da história é que você nem sempre você pode se manter seguro. Sim, você pode se proteger de algumas feridas, mas não poderá aproveitar a excitação e se aventurar pelo mundo sem se arriscar.

Para empreendedores, segurança pode ser sua pior inimiga. Se você está tentando ficar confortável e segura, você escolheu o pior tipo de estilo de vida. Assim como Nemo, há um tempo quando você precisa ser corajoso e arriscar uma chance. Não será sempre fácil, mas você poderá aprender um monte de você mesmo.

4. Relacionamentos profissionais são muito importantes

Não é o que você sabe, mas, sim, quem você conhece. Quantas vezes você já ouviu essa sentença? Bom, a razão para a frequência dela é sua veracidade. Você pode ter todo o conhecimento do mundo, mas será totalmente inútil se não tiver as conexões certas. Se a Pixar ensina-nos algo, é que amizades e relacionamentos são cruciais para o sucesso: pense em Buzz e Woody, por exemplo, o que eles poderiam fazer um sem o outro? Se você deseja ser bem sucedido, precisa contar com colegas que te empurrem, que te encorajam.

5. Comunicação face a face é importante

No filme Wall-E, aprendemos sobre a força da comunicação face a face. Mesmo na Era Digital quando tantas de nossas conversas são via mensagens de celular, e-mail, aplicativos de mensagens instantâneas etc, nada é mais importante que o relacionamento interpessoal. No mundo corporativo, há situações que exigem que desliguemos o telefone, o computador e encontremos as pessoas. Faça conexões pessoalmente, terá resultados fantásticos.

6.  Seja você mesmo

Quantas vezes nos filmes da Pixar o protagonista tenta mudar algo em si mesmo para se encaixar no contexto ou na situação ao seu redor? Acontece em quase todas as histórias. Contudo, os personagens percebem que o que eles são é da maneira que deveriam ser e que não precisam mudar para agradar outras pessoas. Esta mensagem também pode ser levada para nossa vida profissional: pare de tentar ser quem os outros esperam que você seja.

Se é seu desejo, comece a escalar a pirâmide corporativa – e adapte-se ao que a empresa deseja encontrar de seus funcionários. Porém, se você é um empreendedor, poderá ser mais livre para construir sua própria carreira, fazendo suas próprias decisões e escolhas.

Podemos aprender a ser um profissional melhor, portanto, até mesmo com filmes “para crianças”. Essas são apenas 6 lições aprendidas. Há outras dezenas delas soltas pelas histórias.

    Leia tudo sobre: Empreendedorismo

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários