Tamanho do texto

Prazo vale tanto para proprietários de placa final 1 que escolheram pagar valor integral quanto para primeira parcela; confira calendário de pagamento

Primeiro pagamento do IPVA 2019 deve ser feito nesta quarta-feira (9) para donos de carros que tenham placa com final 1
iStock
Primeiro pagamento do IPVA 2019 deve ser feito nesta quarta-feira (9) para donos de carros que tenham placa com final 1


A cobrança do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2019 para veículos registrados no estado de São Paulo começa a vencer nesta quarta-feira (9). O prazo é para os proprietários de automóveis que tenham placa de final 1. 

Leia também: IPVA à vista ou parcelado: qual é a melhor forma de pagar o imposto?

Os donos de carros com essa numeração final de placa devem fazer, hoje, o pagamento do IPVA . A regra vale tanto para aqueles que escolheram pagar o valor integral do imposto (conseguindo 3% de desconto) quando para o primeiro boleto dos que parcelaram a contribuição.

Caso o proprietário de placa final 1 tenha optado pelo parcelamento em três vezes, além de quitar a a primeira parcela até esta quarta (9), as outras duas devem ser pagas até 11 de fevereiro, e 11 de março, respectivamente. 

Outra opção que poderia ser escolhida era pagar a contribuição de uma única vez em 11 de fevereiro, mas sem o desconto de 3% para quem paga à vista até hoje (9).

O valor do IPVA varia conforme o modelo do automóvel. Para consultar o quanto você deve pagar, basta informar o placa do veículo e o número do Renavam (Registro Nacional de Veículo Automotor) no  site da Secretaria da Fazenda .

Confira as datas de vencimento para os outros finais de placa do estado de São Paulo :

  • Final 1 - 9 de janeiro (primeira parcela ou à vista com desconto), 11 de fevereiro (segunda parcela ou à vista sem desconto), 11 de março (terceira parcela)
  • Final 2 - 10 de janeiro (primeira parcela ou à vista com desconto), 12 de fevereiro (segunda parcela ou à vista sem desconto), 12 de março (terceira parcela)
  • Final 3 - 11 de janeiro (primeira parcela ou à vista com desconto), 13 de fevereiro (segunda parcela ou à vista sem desconto), 13 de março (terceira parcela)
  • Final 4 - 14 de janeiro (primeira parcela ou à vista com desconto), 14 de fevereiro (segunda parcela ou à vista sem desconto), 14 de março (terceira parcela)
  • Final 5 - 15 de janeiro (primeira parcela ou à vista com desconto), 15 de fevereiro (segunda parcela ou à vista sem desconto), 15 de março (terceira parcela)
  • Final 6 - 16 de janeiro (primeira parcela ou à vista com desconto), 18 de fevereiro (segunda parcela ou à vista sem desconto), 18 de março (terceira parcela)
  • Final 7 - 17 de janeiro (primeira parcela ou à vista com desconto), 19 de fevereiro (segunda parcela ou à vista sem desconto), 19 de março (terceira parcela)
  • Final 8 - 18 de janeiro (primeira parcela ou à vista com desconto), 20 de fevereiro (segunda parcela ou à vista sem desconto), 20 de março (terceira parcela)
  • Final 9 - 21 de janeiro (primeira parcela ou à vista com desconto), 21 de fevereiro (segunda parcela ou à vista sem desconto), 21 de março (terceira parcela)
  • Final 0 - 22 de janeiro (primeira parcela ou à vista com desconto), 22 de fevereiro (segunda parcela ou à vista sem desconto), 22 de março (terceira parcela)

Pagamento do IPVA em outros estados 

Valor do IPVA varia não só de acordo com o modelo do automóvel, mas também de acordo com o estado em que o carro está registrado
Reprodução
Valor do IPVA varia não só de acordo com o modelo do automóvel, mas também de acordo com o estado em que o carro está registrado


O pagamento do imposto é obrigatório e a alíquota varia de acordo com o modelo do automóvel e com o estado em que o proprietário vive. Se pago à vista, o valor final normalmente tem algum desconto, determinado também pela unidade federativa em que o carro está registrado.

Para saber mais sobre o pagamento do IPVA  deste ano, o contribuinte deve consultar os sites do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) ou das secretarias da Fazenda de seu estado. Como as informações podem ser confusas ou insuficientes em algumas dessas páginas, vale entrar em contato com os órgãos públicos responsáveis por telefone ou e-mail para sanar dúvidas.

Região Norte: AcreAmapáAmazonasParáRondôniaRoraima  e  Tocantins

Região Nordeste:  AlagoasBahiaCearáMaranhãoParaíbaPernambuco , PiauíRio Grande do NorteSergipe

Região Centro-Oeste: Distrito Federal ,  GoiásMato Grosso  e  Mato Grosso do Sul

Região Sudeste: Espírito SantoMinas GeraisRio de Janeiro  e  São Paulo

Região Sul:  ParanáRio Grande do Sul  e  Santa Catarina


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.