Tamanho do texto

Consumidores não pagarão tarifa extra de energia nos próximos meses; em dezembro, conta teve cobrança extra de R$ 3 a cada 100 kWh consumidos

Brasil Econômico

Conta de luz mais barata não é sinônimo de desperdício: mesmo com a tarifa verde é importante manter um uso consciente
shutterstock
Conta de luz mais barata não é sinônimo de desperdício: mesmo com a tarifa verde é importante manter um uso consciente

A conta de luz deverá permanecer com bandeira verde , isto é, sem custos adicionais na tarifa, até março deste ano. De acordo com declaração feita na terça-feira (16) pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, a boa notícia para o consumidor se deve às chuvas acima da média de fim de ano nas  hidrelétricas , o que contribui para a recuperação dos níveis dos reservatórios das principais usinas do País.

Leia também: Tarifas de embarque ficam mais caras em voos nacionais e internacionais

"O sistema [elétrico nacional] é interligado, e a gente veio de cinco ou seis anos de chuvas abaixo da média nos maiores reservatórios, mas os resultados de novembro e dezembro e dos primeiros dias de janeiro têm sido muito animadores", relatou o ministro. Vale lembrar que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já havia sinalizado no fim de dezembro que a conta de luz de janeiro teria bandeira verde.

Queda da tarifa da conta de luz

Entre os meses de outubro e novembro de 2017, o consumidor teve que lidar com a tarifa vermelha patamar 2. Nessa categoria, há a cobrança adicional de R$ 5 para cada 100kWh (quilowatts-hora) consumidos. Em dezembro, a tarifa de energia continuou com a bandeira vermelha, mas com patamar 1, quando são cobrados R$ 3 a cada 100kWh.

Leia também: Entenda por que a queda da inflação não é sentida no bolso dos brasileiros

A cobrança de taxas adicionais para os consumidores é resultado do acionamento das usinas termelétricas, que têm custo maior para a produção de energia do que as hidrelétricas. A alta no nível dos reservatórios das hidrelétricas e a consequente redução do uso das termelétricas resulta no fim da tarifa extra de energia.

Leia também: "Uber do governo" terá serviço ampliado para aumentar economia com transporte

Ainda que a conta de luz esteja com tarifa verde e a cobrança adicional tenha sido suspensa, a Aneel alerta os consumidores sobre o desperdício de energia. A recomendação é evitar que a TV permaneça ligada quando ninguém está assistindo e que a geladeira fique aberta por muito tempo, por exemplo. Segundo a agência, mesmo com a bandeira mais barata é importante manter um uso consciente da energia para combater o desperdício.

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.