Tamanho do texto

Plataforma conecta pequenas e médias empresas a potenciais investidores, permitindo empréstimos com taxas mais baixas do que as obtidas em bancos

Pequenas e médias empresas devem ter faturamento mínimo de R$ 250 mil anuais para pedir empréstimo ao Nexoos
iStock
Pequenas e médias empresas devem ter faturamento mínimo de R$ 250 mil anuais para pedir empréstimo ao Nexoos

É comum que pequenas e médias empresas precisem buscar um empréstimo em determinadas situações. Principalmente nos primeiros meses do ano, as startups que desejam crescer podem optar por um financiamento, seja para contratar novos funcionários ou arcar com outras despesas. 

Leia também: Calendário de saques do PIS/Pasep será divulgado na próxima semana

Pensando em atender a essas companhias da melhor forma, a Nexoos foi criada com o objetivo de conectar startups e potenciais investidores. A plataforma permite que pequenas e médias empresas se candidatem, solicitem o valor desejado e aguardem a resposta de pessoas dispostas a fazer o empréstimo para elas. Com isso, ambas as partes evitam burocracia e quem recebe o crédito não paga taxas abusivas. 

Para aplicar dinheiro em uma empresa, o investidor precisa se cadastrar na plataforma e investir um valor mínimo de R$ 6 mil na primeira rodada. Depois de ter feito esse investimento inicial, ele tem liberdade para escolher quanto, quando e em qual PME investir. É possível emprestar até 5% do valor solicitado, assim fazendo uma aposta na startup, mesmo que não esteja adquirindo parte do negócio ou obtendo participação nos lucros.

O retorno do investimento acontece por meio de pagamentos mensais realizados pela empresa a qual ele emprestou dinheiro. As taxas de juros pagas pelas PME variam entre 1,4% e 2,6% ao mês, o que a Nexoos afirma ser até 70% mais barato que os financiamentos obtidos em bancos. 

Leia também: Caixa poderá usar até R$ 15 bilhões do FGTS após Temer sancionar nova lei

"Neste modelo o investidor tem liberdade e sabe exatamente aonde está investindo, pois a empresa precisa detalhar o uso que fará do dinheiro arrecadado e o empreendedor também sabe qual o custo total do empréstimo, já com as taxas aplicadas. O processo é 100% digital", afirmou o CEO da Nexoos, Daniel Gomes.

Empresas que desejam solicitar empréstimos com a plataforma precisam de um faturmaento mínimo de R$ 250 mil anuais. A análise de crédito é digital e 90% automática, com uso de inteligência artificial. São usados dados que apontam o potencial do negócio como métricas de aprovação. Entre os tópicos pesquisados estão as consultas automatizadas aos bureaus de crédito, pré-análise automática e até avaliações de redes sociais.

Resultados

Na comparação entre 2016 e 2017, houve um crescimento de 1300% no valor financiado, que saltou de R$ 2 milhões para R$ 28 milhões. A plataforma também registrou um recorde de financiamento: uma das rodadas de novembro teve R$ 1 milhão financiado para 12 empresas em apenas 10 minutos.

Leia também: Quer se dar bem no mercado de trabalho? Confira as melhores carreiras de 2018

A quantidade de empresas que receberam empréstimo também subiu, passando de 21 para 203, um aumento de mais de 800%. Metade delas é do segmento de Serviços. A taxa de inadimplência, por outro lado, se manteve estável, abaixo de 4%. Em relação aos investidores , o número passou de 2 mil em 2016 para 7 mil no último ano, alta de 250%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.