Tamanho do texto

Data limite para sacar o abono salarial do ano-base 2015 vai até 28 de dezembro e não haverá nova prorrogação para quem perder o prazo

Trabalhadores da iniciativa privada devem sacar abono salarial em agências da Caixa ou lotéricas
Agência Brasil
Trabalhadores da iniciativa privada devem sacar abono salarial em agências da Caixa ou lotéricas

O prazo para trabalhadores com direito ao abono salarial de 2015 sacarem o benefício termina em pouco mais de uma semana. A data limite vai até 28 de dezembro e não haverá uma nova prorrogação para quem não buscar os valores.

Leia também: Fiscais identificam trabalho escravo na linha de produção da Animale

Até o final de novembro, cerca de 1,4 milhão inscritos no PIS e no Pasep não haviam sacado o abono salarial . O valor disponível para saque chega a R$ 979,54 milhões. O Sudeste acumula quase metade desse recurso, com R$ 521,15 milhões.

Quem tem direito?

Os trabalhadores que têm direito ao benefício devem estar enquadrados nos seguintes critérios: vínculo formal a uma empresa ou órgão público por pelo menos 30 dias em 2015; remuneração média de até dois salários mínimos no período trabalhado; inscrição no PIS há pelo menos cinco anos; e ter seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Leia também: Nubank lança cartão virtual e novos clientes podem começar a comprar na hora

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, alerta para o encerramento do prazo. “Restam apenas 10 dias para os trabalhadores sacarem esse dinheiro e ainda tem o feriado do Natal na agenda bancária. Portanto, quem ainda não viu se tem direito, procure os bancos ou ligue para o telefone 158 do Ministério do Trabalho. Se informe, e se tiver direito ao benefício não deixe de sacar o dinheiro que pode ajudar a colocar as contas em dia neste final de ano”, alerta.

Segundo o chefe de divisão do Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan, o valor que cada trabalhador tem para receber é proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente em 2015. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor na íntegra. Quem trabalhou um mês, por exemplo, recebe 1/12 do valor, e assim sucessivamente. Os pagamentos variam de R$ 79 a R$ 937.

Leia também: Supermercado Hirota causa polêmica ao chamar casamento gay de "distorção"

No caso dos trabalhadores da iniciativa privada, que são vinculados ao PIS, o dinheiro do abono salarial deve ser retirado nas agências da Caixa ou lotéricas de todo o País. Já os servidores públicos, com vínculo no Pasep, retiram o benefício no Banco do Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.