55% dos profissionais se estressam ao pensar na volta presencial ao trabalho
Reprodução
55% dos profissionais se estressam ao pensar na volta presencial ao trabalho


Segundo uma pesquisa Korn Ferry, empresa global de consultoria organizacional, a ideia de voltar ao escritório presencial deixa 55% dos profissionais estressados. No entanto, 58% dizem que continuar trabalhando remotamente pode prejudicar suas chances de ascensão profissional. Feito em abril de 2021, o levantamento ouviu 581 profissionais.

Após mais de um ano, com o avanço da vacinação, a volta presencial ao trabalho está cada vez mais próxima. Mas a pesquisa apontou que não é a maioria dos trabalhadores que está pronta para voltar à antiga realidade. 70% dos profissionais entrevistados na pesquisa disseram que trabalhar remotamente é o novo normal e que será "difícil" e "estranho" retornar à rotina do escritório.

Ainda segundo a pesquisa do Korn Ferry, 74% dos entrevistados dizem ter mais energia e foco trabalhando em casa; 49% afirmam que recusariam uma oferta de emprego se fossem obrigados a trabalhar presencialmente em tempo integral.

Os profissionais não gostariam de parar de usar as roupas confortáveis que usavam ao trabalhar em casa e metade deles afirma que pretende se vestir de forma mais casual mesmo quando voltar ao escritório. 

"Estamos descobrindo que muitos funcionários sentem que são mais produtivos quando trabalham em casa, então considerar uma programação híbrida de trabalho remoto e no escritório pode ser a opção mais eficaz", disse Melissa Swift, líder global de Transformação da Força de Trabalho da Korn Ferry, segundo o G1.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários