O McDonald's anunciou neste domingo que Steve Easterbrook, presidente executivo da rede, foi demitido do cargo, depois de se envolver emocionalmente com uma funcionária, o que viola a política da rede de fast-food .

Leia também: Responsabilidade do Condomínio: furtos na garagem do edifício

Mc donald's
shutterstock
McDonald's


Em comunicado, segundo o New York Times , a empresa disse que o conselho da empresa considerou que Easterbrook "demonstrou pouco discernimento".

"Eu me envolvi em um relacionamento consensual recente com uma funcionária, o que viola a política do McDonald's", escreveu Easterbrook, que se tornou presidente executivo em março de 2015, em um e-mail para os funcionários do McDonald's. “Isso foi um erro. Dados os valores da empresa, concordo com o conselho que é hora de seguir em frente".

Leia também: 10 tipos de revisões do INSS que podem até dobrar valor de aposentadoria

Easterbrook recebeu o crédito por ter mudado o McDonald's em sua gestão, depois de, em 2015, a rede ter apresentado um dos piores desempenhos financeiros em anos. Ele enfatizou a inovação tecnológica, firmando acordos de entrega de alimentos com os aplicativos como Uber Eats e DoorDash e adquirindo empresas menores especializadas em aprendizado de máquina e inteligência artificial.

Leia também: Sorteio de R$ 40 milhões da Mega-Sena será segunda-feira devido ao feriado

Ele será susbtituído por Chris Kempczinski, que atua como presidente do McDonald's Estados Unidos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários