Tamanho do texto

Apesar do sucesso, CEO do maior varejo online do mundo parece convicto de que sua companhia sumirá do mapa: "Não é grande demais para fracassar"

IstoÉ Dinheiro

jeff bezos
Reprodução/Twitter
“A Amazon não é grande demais para fracassar", disse Jeff Bezos durante uma palestra a trabalhadores da companhia

Em um dia como esse em 1994, Jeff Bezos , um ex-funcionário de um escritório de investimentos em Wall Street, fundava na garagem de sua casa em Seattle uma livraria que apenas atendia pela internet. O negócio parecia arriscado para uma época em que menos de 0,50% de todo o mundo tinha acesso à rede mundial de computadores. Porém, 25 anos depois, a Amazon se tornou uma das empresas mais valiosas da sua geração e alçou Bezos ao topo da lista dos mais ricos do mundo, com fortuna estimada em US$ 137,8 bilhões.

Leia também: Amazon começa a construção de seu aeroporto de US$ 1,5 bilhão

Apesar do sucesso, Bezos parece convicto de que um dia a Amazon chegará ao fim, e ele tem deixado isso cada vez mais claro. Ao contrário dos grandes empresários que garantem a solidificação dos seus investimentos, Bezos não tem receio de falar para o mercado e clientes que ele realmente acredita que em breve o maior site de varejo do mundo deixará de existir.

O site Business Insider fez um compilado de declarações do CEO dos últimos seis anos sobre como ele imagina o futuro da Amazon. Confira:

  • 2013

A primeira manifestação foi em 2013, quando ele afirmou ao programa 60 Minutes, da rede CBS , que grandes companhias vivem apenas por “algumas décadas”. Na mesma entrevista, ao falar sobre o serviço de drones, Bezos afirmou que a “Amazon será interrompida um dia”.

Leia também: Nike cancela lançamento de tênis com estampa de bandeira polêmica

“Eu não me preocupo com isso porque sei que é inevitável. Empresas vêm e vão, e as empresas mais brilhantes e mais importantes de qualquer época – você espera algumas décadas e ela vai embora”, afirmou ele.

  • 2017

O CEO voltou a falar sobre o assunto durante uma carta aos acionistas em 2017, ao citar um “declínio excruciante e doloroso”. Com base em uma filosofia do “Primeiro Dia”, Bezos disse que uma empresa pode evitar o Dia Dois por décadas, mas que “o resultado final ainda virá”.

  • 2018

Por último, o Business Insider resgatou uma palestra que Bezos deu aos trabalhadores da Amazon em 2018. Ao ser questionado por um dos funcionários como grandes empresas entram em processo de falência, ele afirmou que ninguém, inclusive a Amazon, está imune ao fracasso.

Leia também: Boeing pagará US$ 100 milhões aos familiares das vítimas do 737 MAX

“A Amazon não é grande demais para fracassar. Na verdade, eu prevejo que um dia a Amazon fracassará”, disse. “A Amazon vai à falência. Se você olhar para grandes empresas, sua expectativa de vida tende a ser de mais de 30 anos, não mais de cem anos”.