Tamanho do texto

Empresas do grupo seguirão ocupando o edifício localizado às margens da Marginal Pinheiros como inquilinas da SDI Gestão e Barzel Properties

Prédio sede da Odebrecht
Divulgação/Odebrecht
Odebrecht anunciou a venda de seu prédio sede em SP, amortizando dívida de R$ 500 milhões

A Odebrecht anunciou a venda de sua sede, em São Paulo, situada às margens da Marginal Pinheiros, para a SDI Gestão e Barzel Properties. Embora o valor do negócio seja mantido sob sigilo, sabe-se que a empresa vai amortizar uma dívida de R$ 500 milhões de financiamento tomado para a construção do prédio, inaugurado em 2013.

Leia também: Centauro disputa Netshoes com oferta 40% maior que Magazine Luiza

Como locatária, a Odebrecht diz ter assegurado a permanência no prédio por "longo prazo" das empresas do grupo que o ocupam no momento, que são a holding Odebrecht S.A., Braskem, OEC, Atvos, OR, OTP, OCS, Odebrecht Previdência e Ocyan.

O edifício é tido como um dos mais modernos da capital paulista e conta com 30.530 m2 de área privativa, 18 pavimentos de escritórios, um subsolo, 5 andares de garagem e certificado de sustentabilidade.

Leia também: Natura anuncia compra da Avon e nova empresa é avaliada em US$ 11 bilhões

As empresas do grupo Odebrecht , a partir de agora, farão grande economia como inquilinas dos futuros proprietários. Elas passarão a pagar aluguel a valor de mercado, equivalente a aproximadamente 50% dos custos mensais anteriores de ocupação, destinados à amortização da dívida para a construção do edifício.