Tamanho do texto

Segundo colunista do jornal O Globo, presidente se queixou de peça publicitária marcada pela diversidade e diretor foi demitido; assista ao vídeo

presidente Jair Bolsonaro gesticulando
Carolina Antunes/PR - 17.4.19
Jair Bolsonaro teria reclamado de propaganda do Banco do Brasil com presidente da instituição

O Banco do Brasil tirou do ar uma propaganda voltada ao público jovem após reclamação pessoal do presidente Jair Bolsonaro (PSL). A informação foi divulgada nesta quinta-feira (25) pelo jornalista Lauro Jardim, do O Globo .  A reportagem do iG  solicitou confirmação à assessoria de imprensa da instituição, mas ainda não obteve retorno.

Leia também: Bolsonaro minimiza crise com Mourão e diz que briga é "para ver quem lava louça"

A peça publicitária em questão era marcada pela diversidade, explorando atores e atrizes negros, com cabelos coloridos e tatuagens, para apresentar serviços do aplicativo do Banco do Brasil ( assista ao vídeo ao fim da reportagem ). As imagens são acompanhadas de uma narração inspirada no bordão "teile e zaga", que tem origem em um vídeo que viralizou na internet no ano passado.

Segundo reportou Jardim no Globo , Bolsonaro procurou o presidente do BB, Rubem Novaes, para se queixar da campanha. Ao colunista, Novaes confirmou que Bolsonaro manifestou insatisfação com a propaganda , mas não explicou o porquê.

"O presidente Bolsonaro e eu concordamos que o filme deveria ser recolhido", afirmou Novaes.

A crise levou à demissão do diretor de Comunicação e Marketing do BB, Delano Valentim. Segundo o presidente do Banco do Brasil , a saída do executivo não gerou mal estar. "A saída do diretor é uma decisão de consenso, inclusive com aceitação do próprio", disse.

Leia também: Filho de Mourão será assessor especial no Banco do Brasil e ganhará R$ 36 mil

Assista à propaganda do Banco do Brasil:



    Leia tudo sobre: