Tamanho do texto

Desde a administração de Graça Foster, no período de fevereiro de 2012 a fevereiro de 2015, os investimentos vêm caindo a cada nova revisão

Queda na previsão de investimentos na Petrobras é da ordem de R$ 24 bilhões no período de 2017 a 2021
Reprodução de Internet
Queda na previsão de investimentos na Petrobras é da ordem de R$ 24 bilhões no período de 2017 a 2021

O novo Plano de Negócios e Gestão 2017-2021, divulgado nesta terça-feira (20) pela Petrobras prevê investimentos menores nos próximos cinco anos. A previsão é de US$ 74,1 bilhões em investimentos, o que equivale a uma queda de 25% em relação ao plano anterior (período de 2015 a2019), revisado em janeiro deste ano e que previa investimentos de US$ 98,4 bilhões.

LEIA MAIS: Estados também precisam fazer ajuste e não depender da União, diz Meirelles

O Conselho de Administração da Petrobras aprovou na segunda-feira (19) o novo plano de negócios, que foi comunicado ao mercado. Desde a administração de Graça Foster, que presidiu a empresa de fevereiro de 2012 a fevereiro de 2015, os investimentos vêm caindo a cada nova revisão do Plano de Negócios e Gestão.

Já na administração de Aldemir Bendine, o plano para o período 2014-2018 era estimado em cerca de US$ 220 bilhões; caindo para cerca de US$ 130 bilhões no período 2015-2019.